Publicidade

Notícias de saúde

ONU Alerta Para Ameaça de Doença da Vaca Louca Fora da Europa

26 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). O Oriente Médio, o Leste Europeu, o norte da África e a Índia apresentam as maiores chances entre os países fora da Europa Ocidental de serem contaminados pela doença da vaca louca, afirmaram autoridades da Organização das Nações Unidas (ONU) na quinta-feira.

Membros da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) disseram ser grandes as chances de haver casos da doença, conhecida como encefalopatia espongiforme bovina (BSE), fora da União Européia (UE).

Até agora a Suíça foi o único país dos 15 membros do bloco que não relatou um caso de BSE em animais nascidos em seu território, disseram.

Em uma entrevista concedida à Reuters, as autoridades encorajaram os países que apresentam uma indústria leiteira ativa e que importam grandes volumes de ração feita à base de carne de países que identificaram casos da BSE a estudar a proibição dessas rações.

A UE proibiu o uso desse tipo de ração na alimentação de animais por seis meses, até o dia 30 de junho.

Muitos cientistas acreditam que o uso de ração feita à base de carne provoca a doença degenerativa do cérebro.

O Oriente Médio, o Leste Europeu, o norte da África e a Índia importaram grandes quantidades dessas rações de áreas atingidas pela BSE, inclusive da Grã-Bretanha, afirmaram as autoridades.

"Se concordamos que há um grande risco, deve-se estudar a proibição do uso desse tipo de ração", disse Samuel Jutzi, diretor da divisão de criação e saúde animal da FAO.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: