Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Governo Financia Mutirão Contra Catarata

São Paulo, 19 de Janeiro (eHealthLA). Através de mutirões, o Ministério da Saúde pretende acabar com a longa espera por cirurgias de catarata no país de 260 mil pacientes. Isso deve ocorrer nos próximos três anos, ou até que a lista de seja atendida. Segundo Alberto Beltrame, diretor do Departamento de Sistemas e Redes Assistenciais do Ministério da Saúde, a tendência é aumentar a incidência de casos.

A projeção do ministério é que em 2020 cerca de 20% da população com mais de 60 anos será atingida pela doença. Com os mutirões, em 2001, o Governo pretende atender cerca de 290 mil pessoas, sendo 170 mil que estão na lista.

Os doentes atendidos durante o mutirão passam por uma série de exames já na primeira consulta. “Se houver necessidade de cirurgia, ela é marcada para os próximos 45 dias”, explica Beltrame. Os recursos para a iniciativa são repassados pelo Governo Federal, por meio do Faec (Fundo de Ações Estratégicas), para que Estados e municípios possam realizar os atendimentos.

A Catarata

A catarata é o processo de degeneração do cristalino que leva a diminuição progressiva da capacidade visual. Segundo o oftalmologista Walter Takahashi, da Universidade de São Paulo, pois ocorre uma opacificação do cristalino, que tem prejudicado a sua função de lente para focalizar objetos. “Ocorre na 3a Idade como um processo degenerativo do cristalino, mas pode também surgir em conseqüência de doenças como o diabetes ou do uso incorreto de medicamentos como a cortisona. Pode também ser devida a um trauma ou ainda ser congênita”, explica o médico. A opacificação do cristalino ocorre para todas as pessoas com a idade, sendo que o problema é mais intenso para algumas, havendo nítida tendência familiar.

A cirurgia é o único tratamento para a catarata. “Consiste em retirar o cristalino opacificado substituindo-o por um artificial (lente intra-ocular)”, diz Takahashi. A indicação da cirurgia envolve vários fatores, como a idade, estado geral, grau de diminuição da visão e potencial de recuperação. Segundo o médico, é muito importante o estudo prévio do olho e da visão antes da realização do implante da lente artificial. Desta maneira pode-se saber se a pessoa voltará a enxergar após a cirurgia, ou qual será o seu grau de recuperação.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: