Fundo Mundial Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária apresenta seu resultado anual

Comentar

Medicina

destaque_estatisticaO Fundo Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária publicou um relatório que mostra que a parceria do Fundo Global salvou 27 milhões de vidas. O relatório mostra um tremendo progresso que foi alcançado através dos esforços para acabar com as epidemias, enquanto destaca novas ameaças.

O Relatório de Resultados de 2018 inclui as principais realizações anuais nos países onde o Fundo Global investe:

  • 17,5 milhões de pessoas receberam terapia antirretroviral para o HIV.
  • 5 milhões de pessoas estudaram e se trataram da tuberculose.
  • 197 milhões de mosquiteiros foram distribuídos para prevenir a malária.

O progresso tem sido feito com o apoio de muitos países e parceiros, incluindo a França, fundadora e o segundo maior doador do Fundo Global. O relatório foi lançado em Paris em um evento liderado por Jean-Yves Le Drian, Ministro das Relações Exteriores da França. O país sediará a Sexta Conferência de Reabastecimento do Fundo Global em 10 de outubro de 2019, em Lyon.

“Os números deste relatório mostram até onde chegamos. Temos em vista, mas ainda não firmemente ao nosso alcance, a perspectiva de libertar as comunidades do fardo do HIV, tuberculose e malária”, disse Peter Sands, Diretor Executivo do Fundo Global. “Juntos, podemos acabar com essas epidemias, mas alcançar essa meta exigirá mudanças: maior investimento, inovação acelerada, parcerias ainda mais eficazes e um foco implacável no impacto”.

Tendo diminuído consideravelmente desde o pico da epidemia, as taxas globais de infecção pelo HIV estão caindo mais lentamente e elas permanecem extremamente altas entre as populações-chave em alguns países. A tuberculose é agora a principal causa de morte por doenças doenças infecciosas, com 1,7 milhões de mortes por ano, e o mundo está perdendo 4,1 milhões de casos que não são diagnosticados de tuberculose a cada ano. Eles não são tratados e não são relatados.

Além disso, o progresso contra a malária estagnou. Em 2016, houve mais de cinco milhões de casos de malária do que em 2015. Com o aumento da resistência a medicamentos para tratamento da malária e inseticidas para mosquiteiros, os esforços para controlar a malária estão sob risco.

Os resultados enfatizam as áreas estratégicas de foco do Fundo Global, uma vez que busca acelerar o combate às doenças. O Fundo Global está promovendo investimentos em programas que apoiam a prevenção do HIV para populações-chave, tais como homens que fazem sexo com homens, transgêneros, profissionais do sexo, pessoas que usam drogas injetáveis ​​e entre populações vulneráveis, como mulheres e meninas. O Fundo Global também está expandindo seus esforços para encontrar casos não detectados de tuberculose e aumentando o apoio a programas que visam eliminar a malária.

Fonte:  The Global Fund. RESULTS REPORT 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>