Publicidade

Artigos de saúde

Regras de Ouro Para a Preparação Higiênica dos Alimentos

Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:

- Escolher os Alimentos Tratados com Higiene
- Cozinhar Bem os Alimentos
- Consumir os Alimentos Cozidos Imediatamente
- Guardar Cuidadosamente os Alimentos Cozidos
- Reaquecer Bem os Alimentos Cozidos
- Lavar Bem as Mãos
- Manter Rigorosamente Limpas Todas as Superfícies da Cozinha
- Manter os Alimentos Fora do Alcance de Insetos, Roedores e Outros Animais
- Usar Água Pura

A Organização Mundial de Saúde calcula que as doenças causadas por alimentos contaminados constituem um dos problemas sanitários mais difundidos hoje em dia. Por isso, a educação e a conscientização de todas aquelas pessoas que manipulam alimentos, é fundamental para a preservação deste tipo de doenças.

Ainda que pareça mentira, a maior parte destas doenças pode ser prevenida no âmbito da própria casa. Aplicando-se regras simples, elaboradas pelo comitê de especialistas em Higiene Alimentar da OMS, pode-se evitar muitas doenças de origem alimentar.

Escolher os Alimentos Tratados com Higiene

Enquanto muitos alimentos ficam melhores em estado natural (por exemplo, frutas e hortaliças), outros só são seguros quando são tratados. Assim, convém sempre adquirir o leite pasteurizado ao invés de cru, se possível, comprar frangos (frescos e congelados) que tenham sido tratados por irradiação ionizante.

Ao fazer as compras, deve-se levar em conta que os alimentos não são tratados não só para serem mais bem conservados, como também para que fiquem mais seguros do ponto de vista sanitário. Os que são comidos crus como as verduras, dever ser lavados cuidadosamente.

Cozinhar Bem os Alimentos

Muitos alimentos crus (em particular, frango, carne e o leite não pasteurizado), muitas vezes, estão contaminados por agentes patogênicos. Eles podem ser eliminados no cozimento dos alimentos. Não devemos nos esquecer que a temperatura aplicada deve chegar pelo menos a 70o C na massa total do alimento.

Se o frango estiver cru junto ao osso, deve-se coloca-lo de volta ao forno até que esteja bem passado. Os alimentos congelados (carnes, peixes e frango) devem ser completamente descongelados antes do cozimento.

Consumir os Alimentos Cozidos Imediatamente

Quando os alimentos cozidos esfriam até a temperatura ambiente, os micróbios começam a proliferar. Quanto mais se espera, maior o risco. Para não correr risco inutilmente, convém comer os alimentos imediatamente após o cozimento.

Guardar Cuidadosamente os Alimentos Cozidos

Se você quiser guardar os alimentos cozidos ou simplesmente guardar as sobras, deve-se prever o armazenamento em condições de calor (cerca de 60o C ou mais) ou de frio (cerca de 10o C ou menos).

Esta regra é vital caso se pretenda guardar a comida por mais de quatro ou cinco horas. No caso de alimentos para lactantes, melhor mesmo é não guarda-los. Um erro muito comum, para o qual se atribui inúmeros casos de intoxicação, é colocar no refrigerador uma grande quantidade de alimentos quentes.

Numa geladeira abarrotada, os alimentos cozidos não esfriam por dentro tão depressa como é necessário.Fig. 1

Se a parte central do alimento continua quente (mais de 10o C) por muito tempo, os micróbios proliferam e chegam rapidamente a uma concentração suscetível de causar doenças.Fig. 2

Reaquecer Bem os Alimentos Cozidos

Um alimento bem cozido pode ser contaminado se tiver o mínimo contato com alimentos crus. Esta contaminação cruzada pode ser direta, como acontece quando a carne crua de frango entra em contato com alimentos cozidos. Embora também possa ser mais sutil.

Assim, por exemplo, não se deve jamais preparar frango cru e usar depois a mesma tábua de cortar e a mesma faca para cortar a ave cozida, do contrário poderiam reaparecer todos os possíveis riscos de proliferação microbiana e de doença que havia antes do frango ser cozido.

Lavar Bem as Mãos

Deve-se lavar as mãos antes de começar a preparar os alimentos e depois de qualquer interrupção (em particular, depois de trocar fraldas, ou ir ao banheiro).

Caso esteja preparando certos alimentos crus, tais como peixes, carnes ou frango deve-se lavar as mãos antes de manipular outros produtos alimentícios. Em caso de infecção das mãos, deve-se fazer um curativo antes de entrar em contato com alimentos.

No se deve esquecer de certos bichos de estimação (cães, pássaros, e sobretudo tartarugas) que guardam muitos agentes patogênicos perigosos que podem passar para as mãos das pessoas e destas para os alimentos.

Manter Rigorosamente Limpas Todas as Superfícies da Cozinha

Como os alimentos são facilmente contaminados, convém manter completamente limpas todas as superfícies usadas no preparo. Não se deve esquecer que qualquer desperdício, migalhas ou mancha pode ser um reservatório de germes. Os panos de prato e utensílios devem ser trocados diariamente e fervidos antes de serem novamente usados. As vassouras e rodos também devem ser lavados freqüentemente.

Manter os Alimentos Fora do Alcance de Insetos, Roedores e Outros Animais

Os animais costumam transportar microorganismos patogênicos que causam doenças alimentares. A melhor medida de proteção é guardar os alimentos em recipientes bem fechados.

Usar Água Pura

A água pura é tão importante para preparar os alimentos como para beber. Se o abastecimento público não inspira confiança, convém ferver a água antes coloca-la em alimentos ou antes de fazer gelo com ela. É muito importante ter cuidado com a água usada para preparar a comida dos lactantes.

Copyright © 2004 Bibliomed, Inc.                  05 de Agosto de 2004



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: