Publicidade

Artigos de saúde

Mexicanos Pagam Mais de 2.000 Dólares por "Seguro Genético" para sua Família

Neste Artigo:

- Material Genético Valioso
- Como Armazená-lo?

Embora boa parte da população mexicana viva sem a cobertura de um seguro médico, cada vez há mais os indivíduos com altos salários que estão dispostos a investir mais de 2.000 dólares em um "seguro biológico" para suas famílias.

Num campo de golfe, num clube desportivo ou em reuniões sociais, cada vez existem mais mulheres jovens e grávidas que comentam sobre a conveniência de se solicitar os serviços de Cord Blood Registry (CBR), uma firma do Arizona, Estados Unidos.

Esta companhia certificada por The American Association of Blood Banks, e afiliada à Universidade do Arizona, sustenta que o sangue que permanece no cordão umbilical de um recém-nascido pode ser fundamental para tratamentos de câncer, leucemia e inclusive AIDS.

A eficácia desta via não está completamente comprovada, mas o avanço recente da medicina genética torna razoável a crença de que a preservação deste tecido seria fundamental para lutar eficientemente contra doenças muito graves.

De fato pelo menos um dos principais especialistas mexicanos no tema da gestação, o doutor Alberto Kably, auxilia as suas pacientes no processo de conservação do sangue do cordão umbilical, quando solicitado.

Em seu trabalho cotidiano no Hospital Ángeles de Interlomas, um dos mais modernos e caros da Cidade do México, o doutor Kably armazena, cada vez mais freqüentemente, estes restos de sangue do bebê recém-nascido para enviá-los ao Arizona.

Indo direto ao assunto, o especialista não quis conceder uma entrevista pois declarou que ele não mantém nenhum tipo de relação com a CBR, além de que o conselho médico da instituição na qual trabalha não estava de acordo com o fato de ele fazer declarações a respeito deste tema.

Material Genético Valioso

De acordo com um dos pais que decidiu conservar o sangue do cordão umbilical de seu bebê, "seria um erro não participar deste programa, uma vez que se possuem os recursos para tal".

Se ocorresse um problema de saúde na mãe, bebê ou em algum de seus irmãos nunca me perdoaria por não ter recorrido a este procedimento, disse.

Em um e-mail enviado pela CBR são detalhados os custos que para guardar o agora valioso tecido líquido:

- A inscrição no programa tem um preço de 295 dólares, não reembolsáveis, que é usado para a abertura da conta do bebê e para o kit com os materiais para fazer a coleta do sangue.

- O envio destes utensílios custa outros 200 dólares caso o destino seja fora dos Estados Unidos, valor que pode ser evitado se eles forem recolhidos por um parente ou amigo.

- Depois que o sangue é coletado no material apropriado, este deve ser enviado para o Arizona sendo este envio de responsabilidade dos pais, e pode ser feito por meio do correio ou de parentes ou amigos.

- Além destes meios a CBR oferece também um serviço de transporte especializado, que envia uma pessoa para realizar o transporte do material.

De acordo com as informações obtidas com o futuro pai que foi entrevistado neste artigo, ele utilizará os serviços de Quick International Courier, cuja tarifa é de 550 dólares de segunda a sexta e de 850 dólares no sábado ou domingo.

Finalmente, o armazenamento das células de seu filho custará 995 dólares e os honorários anuais de manutenção serão de 95 dólares americanos.

Como Armazenar

De acordo com as instruções da CBR, imediatamente após o nascimento do bebê o médico deve extrair o sangue do cordão umbilical com uma seringa especial.

Calcula-se que o tempo de duração desta tarefa não é superior a cinco minutos e não implica em nenhum dano para a mãe ou para o filho.

Posteriormente o sangue é colocado nas provetas desenhadas pela CBR, cuja característica deve ser que estejam especialmente lacradas para que cheguem sem problemas até o Arizona.

No laboratório da CBR, o sangue é submetido a uma série de exames, depois é processado e então finalmente congelado para ser armazenado.

Segundo a CBR e Cord Blood Donor Bank, estas células são tão efetivas quanto as da medula óssea para combater problemas relacionadas com o câncer.

Este material genético é valioso não só para o próprio bebê, mas também para a sua mãe e seus irmãos; além de existir também um programa de doação de sangue, para ajudar outras pessoas.

Mais ainda, a American Cancer Society afirma que "o câncer é a principal causa de morte por doenças em crianças entre um e 14 anos de idade".

Uma citação que a CBR difunde, juntamente com a informação de que a leucemia, as desordens no sistema imunológico, como a anemia falciforme, assim como a doença de Tay Sachs e a artrite reumatóide juvenil se encontram entre os problemas potencialmente tratáveis com o uso do sangue do cordão umbilical.

Argumentos que, certamente, hoje estão convencendo um número crescente de pais e mães mexicanos.

Copyright © 2000 eHealth Latin America                 27 de Novembro de 2000



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: