Notícias de saúde

É perigoso entrar em área de internação de COVID-19

17 de junho de 2020 (Bibliomed). A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) publicou, na última terça-feira (16/06), a nota de alerta destinada à população com o objetivo de orientar sobre a importância do cumprimento integral das regras de conduta estabelecidas pelas unidades de saúde que prestam atendimento aos pacientes com suspeita ou infecção confirmada de COVID-19.

Na publicação, a entidade ressalta que o desrespeito às normas de segurança hospitalar, sobretudo o acesso não autorizado às dependências dos centros médicos, configura um grave risco à saúde e à vida, colocando em risco a equipe de assistência, os pacientes internados, a própria pessoa e outros indivíduos que venham a ter contato com essa, como familiares, amigos e colegas de trabalho.

A presidente da SBP, Dra. Luciana Rodrigues Silva, ressalta que a entrada sem autorização em áreas restritas do hospital representa uma ameaça flagrante ao bem-estar físico e mental dos médicos e demais profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia. De acordo com ela, mesmo nos casos em que não há agressão corporal, práticas de desacato à autoridade médica contribuem para deteriorar a saúde psicológica dos especialistas brasileiros, já tão exauridos em função do máximo nível de estresse a que estão expostos atualmente.

Conforme conclui a nota de alerta, eventuais suspeitas de inadequações na assistência de pacientes devem ser levadas aos órgãos de fiscalização, para a aplicação de providências com base em protocolos legais. Dentre essas instâncias, estão o Ministério Público, a Defensoria Pública, os tribunais de contas e os Conselhos Regionais de Medicina (CRMs).

A nota de alerta da SBP pode ser acessada AQUI.

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria. News Release. 16 de junho de 2020.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários