Notícias de saúde

Ser pai solteiro pode aumentar a probabilidade de mortalidade prematura

28 de março de 2018 (Bibliomed). Um recente estudo amplo sobre pais no Canadá descobriu que os pais solteiros têm uma taxa de mortalidade prematura mais elevada que as mães solteiras ou os pais que estão juntos. O estudo rastreou mais de 40.000 pessoas por 11 anos e descobriu que os pais solteiros morreram mais rapidamente e também tiveram estilos de vida menos saudáveis.

O estudo, publicado em The Lancet Public Health, não conseguiu verificar o que causou as mortes de pais solteiros precocemente, mas depois de ajustar a idade, o estilo de vida, a saúde e as características sociodemográficas, o risco de morte ao longo do estudo foi superior a duas vezes maior do que outros pais.

Os pesquisadores descobriram que os pais solteiros eram menos propensos a comer frutas e vegetais e mais propensos a beber de modo compulsivo que outros tipos de pais. Eles também eram mais propensos a ter doenças cardiovasculares ou câncer quando o estudo começou.

Cerca de 8% das casas americanas foram chefiadas por pais solteiros em 2013, segundo dados do Pew Research Center. Em 2011, isso representou 2,6 milhões de famílias. No entanto, poucas pesquisas foram feitas sobre a sua saúde e bem-estar. O novo estudo rastreou 40.490 pessoas que participaram do Canadian Community Health Survey. A idade média foi entre 41 e 46, e o grupo de amostra incluiu 871 pais solteiros, 4.590 mães solteiras, 16.341 pais e 18.688 mães com cônjuge ou parceiro.

Um acompanhamento estabeleceu que a vida de 693 pessoas havia terminado aproximadamente dentro de uma década após a primeira pesquisa ter sido realizada. Os pais solteiros tinham maior probabilidade ​​de terem morrido durante este período.

Fonte: The Lancet Public Health. DOI:10.1016/S2468-2667(18)30003-3.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários