Publicidade

Notícias de saúde

Mortalidade infantil apresenta alta no Brasil

15 de agosto de 2018 (Bibliomed). O Ministério da Saúde do Brasil informou que, após 25 anos de declínio sustentado, a taxa de mortalidade infantil no país aumentou em 2016, em parte devido ao vírus Zika e à crise econômica.

De acordo com o ministério, desde 1990 o Brasil apresentou uma redução média anual da taxa de mortalidade de 4,9% e em 2013 atingiu o Objetivo do Milênio de reduzir dois terços da mortalidade infantil ao reduzir o índice em 70%. Porém, em 2016, a taxa de mortalidade no país foi de 14%, ante 13,3% registrados em 2015.

Embora para o ministério a taxa de 2016 "não caracterize um aumento significativo" nas taxas de mortalidade infantil, essa carteira promove programas de saúde pública voltados para essa população do país, especialmente em áreas de atenção básica domiciliar, em 98,6% do total. território nacional.

Segundo o ministério da Saúde, existem 42.855 equipes, em 5.497 municípios, que monitoram o dia a dia das crianças e são capazes de resolver até 80% dos problemas de saúde.

Por outro lado, o Brasil registrou uma queda na taxa de natalidade em 2016, o que também pode ser explicado pela epidemia de febre Zika e pelas consequências da recessão que o país sofreu nos últimos anos. O Brasil enfrentou uma recessão profunda que se refletiu em uma retração econômica de 3,5% em 2015 e uma porcentagem igual em 2016.

Fonte: EFE. Ministério da Saúde do Brasil. Reporte Epidemiológico de Cordoba.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: