Publicidade

Notícias de saúde

Fraturas ósseas em idosos aumentam o seu risco de mortalidade

08 de agosto de 2018 (Bibliomed). Uma fratura óssea na idade avançada pode aumentar o risco de morte nos próximos 10 anos, dizem pesquisadores. Uma queda da própria altura ou menor e que leve a uma fratura óssea é chamada de fratura por fragilidade, de acordo com a National Osteoporosis Foundation. Uma fratura é o ponto de partida para problemas de saúde mais amplos que persistem por muito tempo após a cura da fratura, e que podem resultar em morte prematura.

Um novo estudo incluiu todas as pessoas na Dinamarca com mais de 50 anos de idade com uma fratura por fragilidade em 2001. Elas foram acompanhadas por até uma década.

Verificou-se que no ano após a fratura do quadril, os homens tiveram um risco 33% maior de morte, e as mulheres, um risco 20% maior. No ano após as fraturas do fêmur ou da pelve, o risco de morte aumentou entre 20% e 25%.

Houve um risco maior de morte dez anos após uma fratura de quadril e cerca de cinco anos após fraturas que não eram do quadril.

O estudo foi publicado na revista Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

Fonte: Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: