Publicidade

Notícias de saúde

Consumo de álcool está ligado ao maior risco de derrame cerebral, doença coronariana e insuficiência cardíaca

29 de maio de 2018 (Bibliomed). Para os consumidores de bebida alcóolica de álcool, o limite para o menor risco de mortalidade por todas as causas é de cerca de 100g/semana, de acordo com uma revisão publicada na revista The Lancet.

Pesquisadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido conduziram uma análise combinada de dados de participantes individuais de três fontes de dados de larga escala em 19 países de alta renda. Associações dose-resposta e razões de risco calculadas foram caracterizadas por 100g por semana de álcool em 83 estudos prospectivos.

Durante 5,4 milhões de pessoas-anos de acompanhamento, os pesquisadores identificaram 40.310 mortes e 39.018 ocorrências de doenças cardiovasculares nos 599.912 usuários atuais incluídos na análise. Houve associação positiva para mortalidade por todas as causas com o nível de consumo de álcool; o risco mínimo de mortalidade foi observado em torno ou abaixo de 100 g por semana. Houve uma associação aproximadamente linear para o consumo de álcool com maior risco de derrame cerebral (acidente vascular cerebral), doença coronariana excluindo infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca, hipertensão arterial fatal e aneurisma da aorta fatal. Curiosamente, o aumento do consumo de álcool foi linearmente associado à redução do risco de infarto do miocárdio.

Assim, estes dados suportam limites para o consumo de álcool que são mais baixos do que aqueles recomendados na maioria das diretrizes atuais.

Fonte: The Lancet. Volume 391, No. 10129, p1513–1523.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: