Publicidade

Notícias de saúde

Aumentam as taxas de autismo nos Estados Unidos

22 de maio de 2018 (Bibliomed). As taxas de autismo continuam a se elevar, de acordo com dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC). O autismo é um distúrbio do desenvolvimento caracterizado por comportamentos repetitivos e desafios com habilidades sociais e comunicação.

As estimativas de monitoramento do CDC são baseadas em observações de 11 comunidades no Arizona, Arkansas, Colorado, Geórgia, Maryland, Minnesota, Missouri, Nova Jersey, Carolina do Norte, Tennessee e Wisconsin. Os pesquisadores analisaram mais de 325 mil crianças que tinham oito anos de idade em 2014.

No geral, os pesquisadores descobriram que cerca de uma em 59 dessas crianças de 8 anos de idade foram diagnosticadas com autismo em 2014, em comparação a uma em 68 em 2012. A nova estimativa significa que as taxas de autismo mais do que duplicaram desde 2000, relataram os pesquisadores.

O CDC disse que parte do aumento das taxas vem de uma melhor identificação dos casos de autismo em populações minoritárias. O maior número de crianças negras e hispânicas que estão sendo identificadas com autismo pode ser devido a um alcance mais efetivo em comunidades minoritárias e a um aumento de esforços para que todas as crianças autistas sejam diagnosticadas, para que possam obter os serviços de que necessitam. O relatório mostra que os médicos estão fazendo um trabalho melhor na detecção do autismo.

Mas especialistas em autismo disseram que uma melhor detecção não é a única responsável pelo aumento contínuo das taxas de autismo. Os pesquisadores disseram que não podem explicar por que as taxas de autismo estão aumentando nos Estados Unidos. Os fatores associados a um maior risco de autismo incluem ter pais com mais de 30 anos, doença materna durante a gravidez, mutações genéticas, nascimento antes de 37 semanas de gestação e um parto múltiplo.

As estimativas de autismo variaram amplamente entre as 11 comunidades do novo relatório, embora cinco tenham relatado estimativas semelhantes de 1,3% a 1,4%. A estimativa mais alta de 2,9% veio de uma comunidade em Nova Jersey.

Os resultados foram publicados no Relatório Semanal de Morbidade e Mortalidade do CDC.

Fonte: MMWR Surveill Summ 2018;67(No. SS-6):1–23. DOI: 10.15585/mmwr.ss6706a1

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: