Publicidade

Notícias de saúde

Cirurgia cardíaca na infância pode resultar em perda auditiva

27 de abril de 2018 (Bibliomed). A prevalência de perda de audição em crianças em idade pré-escolar submetidos a cirurgia cardíaca na infância pode estar acima de 20%, de acordo com um estudo publicado no The Journal of Pediatrics.

Pesquisadores da Filadélfia, Estados Unidos, investigaram a prevalência de perda auditiva após cirurgia cardíaca na infância e fatores associados à perda auditiva. Como parte de um estudo prospectivo que avaliou os resultados do desenvolvimento neurológico aos quatrp anos, 348 crianças submetidos a tratamento de doença cardíaca congênita realizaram avaliações audiológicas e de desenvolvimento neurológico.

Os pesquisadores descobriram que a prevalência de perda auditiva foi de 21,6% em geral, 12,4% para perda auditiva condutora, 6,9% para perda auditiva neurossensorial e 2,3% para perda auditiva indeterminada. Apenas 5,2% dos indivíduos tinham sido considerados  positivos para a perda de audição antes do estudo. A idade gestacional mais jovem, a duração da estada pós-operatória mais longa e uma anomalia genética confirmada foram associadas à perda auditiva depois que os pesquisadores fizeram ajustes para pacientes e covariáveis ​​operacionais. Além disso, a presença de perda auditiva foi associada a pior linguagem, cognição e atenção.

Essas descobertas sugerem que a prevalência de perda auditiva em pré-escolares após a cirurgia cardíaca na infância pode ser 20 vezes maior do que na prevalência de 1% na população em geral.

Fonte: The Journal od Pediatrics. January 2018, Volume 192, Pages 144–151.e1.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: