Publicidade

Notícias de saúde

Médicos são obrigados a atender emergências em voos?

24 de outubro de 2017 (Bibliomed). Será que um médico tem a obrigação moral de responder aos pedidos de assistência médica em aviões? Esse é o tema de um artigo publicado no Journal of the American Medical Association.

Estima-se que a incidência de emergências médicas em voo que envolvam comunicação com especialistas no terreno seja de cerca de um em cada 600 voos. Nos Estados Unidos, no Canadá e no Reino Unido, os médicos não têm o dever legal de prestar ajuda, a menos que exista uma relação anterior paciente-médico, embora em muitos países europeus e na Austrália os médicos tenham o dever legal de responder. Nos Estados Unidos, os respondentes são protegidos legalmente, com exceção de negligência grave ou danos intencionais.

O senso de obrigação de um médico também pode ser afetado por sua disciplina e experiência recente (por exemplo, atendimento direto aos pacientes versus função administrativa). Quando mais de um profissional médico responde, é razoável avaliar rapidamente credenciais e habilidades presumidas e permitir que a pessoa que parece ser a mais capaz venha a assumir o controle; pode ser uma enfermeira ou um técnico médico de emergência.

Mesmo os médicos que trabalham na área administrativa pode realizar um atendimento durante o voo.

Fonte: JAMA. 2017;318(10):907-908.

Copyright © 2017 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: