Publicidade

Notícias de saúde

Qual o impacto da atividade física na respiração de idosos com limitações de mobilidade?

13 de maio de 2016 (Bibliomed). A atividade física estruturada não melhora os resultados respiratórios em adultos idosos com limitações de mobilidade, mas está relacionada com maior risco de hospitalização por causas respiratórias, de acordo com um estudo publicado na revista Journal of the American Geriatrics Society.

Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Yale randomizaram 1.635 pessoas idosas da comunidade (idade média de 79 anos) com limitações de mobilidade  para realizarem atividade física (caminhada, força, flexibilidade e equilíbrio formação) ou para educação para a saúde (oficinas tópicos e exercícios de alongamento extremidades superiores).

Os pesquisadores descobriram que a atividade física não teve efeito sobre a gravidade da dispneia, volume expiratório forçado no primeiro segundo (FEV1), ou pressão inspiratória máxima (MIP). No entanto, a atividade física foi associada com maior probabilidade de internação por causa respiratória, que foi significativa para a exacerbação de doenças obstrutivas das vias respiratórias e marginal para pneumonia.

Assim, neste estudo, a atividade física foi associada a uma maior probabilidade de internação respiratória do que a educação para a saúde.

Fonte: Journal of the American Geriatrics Society. Volume 64, Issue 3, pages 501–509, March 2016

Copyright © 2016 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: