Publicidade

Notícias de saúde

Maior ingestão de cálcio reduz fraturas, problemas cardiovasculares e mortalidade

06 de abril de 2016 (Bibliomed). Um estudo publicado recentemente no Journal of Bone and Mineral Research avaliou os resultados da ingestão elevada de cálcio no longo prazo em  homens e mulheres com mais de 40 anos, e concluiu que a ingestão de cálcio dentro da recomendação (ao redor de 1200 mg de cálcio elemento por dia) está associada com desfechos positivos na saúde óssea, cardiovascular e global.

O estudo, liderado pelos especialistas australianos Belal Khan, Caryl A Nowson, Robin M Daly, Dallas R English, Allison M Hodge, Graham G Giles e Peter R Ebeling, acompanhou um grupo com mais de 41.000 homens e mulheres, com 40 anos de idade ou mais, residente em Melbourne (Austrália). Eles foram seguidos prospectivamente por cerca de 13 anos e avaliados quanto ao risco de eventos cardiovasculares, fraturas e morte.

A ingestão alimentar foi avaliada por questionário de frequência alimentar e o consumo de cálcio foi dividido em quatro partes para efeito de comparação. A ingestão de cálcio média observada nessa população foi de 792 mg/dia. Cerca de 10% da amostra fazia uso de suplementos. A análise dos dados demonstraram que não houve associação entre a ingestão de cálcio e o risco de infarto do miocárdio ou doença cardíaca isquêmica.

O risco de acidente vascular encefálico (AVE) foi inversamente relacionado com a ingestão de cálcio: indivíduos na mais alta quantidade de ingestão de cálcio (>1200 mg/dia) tinham um risco 31% menor de apresentar AVE. Da mesma forma, a ingestão de cálcio protegeu contra fraturas: o risco de fraturas foi 30% menor entre indivíduos no mais alto quartil (>1200 mg/dia). O risco de mortalidade também foi reduzido entre indivíduos com alta ingestão de cálcio. O estudo concluiu que a ingestão de cálcio dentro da recomendação está associada com desfechos positivos na saúde óssea, cardiovascular e global. Os autores não encontraram indícios de que o consumo elevado de cálcio possa trazer malefícios.

Fonte: Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo,

Copyright © 2016 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: