Publicidade

Notícias de saúde

Usar antibióticos aumenta o risco de ter diabetes?

02 de outubro de 2015 (Bibliomed). Tomar antibióticos pode aumentar o risco de desenvolver diabetes tipo 2, sugere uma nova pesquisa publicada online na revista Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

Pesquisadores do Centro de Diabetes Research no Gentofte Hospital e da Universidade de Copenhague computarams prescrições de antibióticos preenchidos por mais de 170.000 dinamarqueses com diabetes tipo 2 e cerca de 1,3 milhões de outros adultos entre 1995 e 2012. Os homens e as mulheres foram identificadas por meio de registros de registros nacionais de saúde.

Indivíduos com diagnóstico de diabetes tipo 2 receberam uma média de 0,8 prescrições de antibióticos anualmente, em comparação com 0,5 por ano entre aqueles que não desenvolveram diabetes. Quanto mais prescrições, era mais provável que as pessoas seriam portadoras de diabetes tipo 2, observaram os investigadores. Aqueles que tomaram um antibiótico, independentemente do tipo, tinham 50% mais probabilidade de receber  um diagnóstico de diabetes se tivessem recebido (e usado) cinco ou mais prescrições em comparação com aqueles que não receberam nenhuma (ou apenas uma). Antibióticos de espectro estreito, como a penicilina V, conferiram um risco ligeiramente maior do que os antibióticos de amplo espectro.

O que leva ao maior risco de diabetes não é claro, segundo os autores. É possível que a condição se desenvolva ao longo do tempo, aumentando o risco de infecção - e necessidade de antibióticos - antes de um diagnóstico real de diabetes.  Ou, talvez, infecções repetidas de alguma forma aumentem o risco de diabetes, ou ainda, a exposição aos antibióticos aumente as chances de ocorrência da doença.

Fonte: The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism. DOI: http://dx.doi.org/10.1210/jc.2015-2696

Copyright © 2015 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: