Publicidade

Notícias de saúde

Twitter pode prever melhor as taxas de doença coronária do que fatores de risco tradicionais

4 de fevereiro de 2015 (Bibliomed). Pesquisa publicada na revista Psychological Science sugere que a linguagem usada nas mensagens do twitter poderia servir como um melhor preditor de taxas de doenças cardíacas coronárias do que fatores como tabagismo, diabetes, renda, educação, e obesidade - combinados.

Estudos anteriores identificaram muitos fatores que contribuem para o risco de doença cardíaca coronária, incluindo fatores comportamentais, como tabagismo e fatores psicológicos como o stress. Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia demonstraram que o Twitter pode capturar mais informações sobre o risco de doença cardíaca coronária  do que muitos fatores tradicionais combinados, já que também caracteriza a atmosfera psicológica de uma comunidade.

Os investigadores analisaram tweets públicos com etiquetas enviados a partir de cerca de 1.300 municípios dos Estados Unidos entre 2009 e 2010, e apliacaram filtros de palavras usadas e algoritmos para classificar os tweets por tópicos, como ódio, hostilidade e tédio

Os pesquisadores então analisaram os dados do CDC (Centers for Disease Control) sobre as taxas de mortalidade por doença cardíaca coronária. Os resultados mostram que as expressões de emoções negativas, como raiva, estresse e fadiga nos tweets de pessoas em um determinado município foram associados com maior risco de doença cardíaca naquele município. Por outro lado, as expressões de emoções positivas, como excitação e otimismo foram associados com menor risco de doença cardíaca coronária.

Fonte: Association for Psychological Science. News Jan 21, 2015.

Copyright © 2015 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: