Publicidade

Notícias de saúde

Jejum do Ramadã pode ser benéfico para diabéticos

27 de novembro de 2014 (Bibliomed). Os efeitos do jejum do Ramadã na saúde pública são importantes. Um novo estudo publicado na revista European Journal of Nutrition caracterizou os efeitos metabólicos do jejum do Ramadã e avaliou a sua influência sobre o estresse oxidativo em pacientes diabéticos. Esse estudo foi realizado na cidade de Benha, Egito, durante o período de 12 de julho de 2012 a 4 de outubro de 2012.

Dois grupos iguais, pareados por sexo e idade (n = 40 cada, com idade de 55 ± 5 anos), de indivíduos não diabéticos (grupo ND) e diabéticos (grupo D) foram recrutados para este estudo.

Verificou-se que o Jejum do Ramadã reduziu a taxa de glicemia de jejum de maneira não-significativa em 5,8% e significativamente em 23,0%, no grupo ND e D, respectivamente. Níveis séricos de triglicérides (TG) e malondialdeído (MDA) foram reduzidos significativamente, enquanto a redução das taxas de lipoproteínas de baixa densidade (LDL – o chamado mal colesterol) não foi significativa. Além disso, as lipoproteínas de alta densidade (HDL – o chamado bom colesterol) foram significativamente aumentadas no grupo D.

Concluindo, o jejum do Ramadã melhora o controle da glicemia e o perfil de lípides no sangue, além de aliviar o estresse oxidativo em diabéticos.

Fonte: European Journal of Nutrition; October 2014, Volume 53, Issue 7, pp 1475-1481.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: