Publicidade

Notícias de saúde

Depressão pode estar associada com maior risco de insuficiência cardíaca

15 de abril de 2014 (Bibliomed). Pesquisa apresentada na reunião anual da Sociedade Europeia de Cardiologia do Conselho de Enfermagem Cardiovascular e Profissões Aliadas sugere que a depressão possa estar associada a um maior risco de insuficiência cardíaca. Em pessoas com insuficiência cardíaca, o coração não consegue bombear sangue suficiente através do corpo.

Foram analisados  dados de quase 63 mil pessoas na Noruega, que foram acompanhadas por mais de 11 anos. Ao longo deste período, perto de 1.500 dos participantes desenvolveram insuficiência cardíaca. Em comparação com as pessoas sem sintomas de depressão, aqueles com sintomas leves foram 5 por cento mais propensos a desenvolver insuficiência cardíaca, e aqueles com sintomas moderados a graves tiveram um risco 40 por cento maior.

Em, termos percentuais, os investigadores verificaram que a depressão leve foi associada a um aumento futuro de 5% no risco de insuficiência cardíaca.

O estudo não prova a depressão seja uma causa da doença, só que as duas estão muitas vezes ligadas.

Fonte: Annual meeting of the European Society of Cardiology’s Council on Cardiovascular Nursing and Allied Professions

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: