Publicidade

Notícias de saúde

Verão aumenta incidência de doenças nos olhos

08 de janeiro de 2014 (Bibliomed). Em pleno verão, muitos brasileiros ainda não se protegem de forma adequada. Para curtir praias e clubes, sempre lotados nesta época do ano, é necessário adotar algumas medidas para evitar o sol e suas consequências.

Todos querem um bronzeado bonito, mas se expor ao sol sem protetor solar e óculos escuros pode resultar em problemas graves para a saúde. Pesquisas recentes revelam que 47% dos brasileiros acham que óculos de sol não protegem contra doenças oculares e que 32% não utilizam o artigo.

Especialistas ressaltam que o problema mais comum causado pela exposição solar sem óculos é a fotoceratite, inflamação temporária da córnea que deixa os olhos vermelhos e irritados cujos sintomas desaparecem em 24 horas. Contudo, as células danificadas pela fotoceratite não se regeneram, o que, a longo prazo, pode comprometer a visão. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) 5% dos casos de cegueira são causados por opacidades na córnea que podem estar associadas a repetidos quadros de fotoceratite.

O sol pode causar, ainda, manchas de senilidade que podem resultar em câncer. A falta de proteção UV no verão também aumenta os casos de pterígio, membrana que cresce na conjuntiva em direção à córnea, confundida com catarata por muitas pessoas.

Fonte: Eutropia, 06 de dezembro de 2013

Sol aumenta riscos de doença na retina que leva à cegueira. Leia em Boa Saúde

Adultos devem ser encorajados a usar proteção solar mesmo em dias nublados. Leia em Bibliomed

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: