Publicidade

Notícias de saúde

Sintomas de transtorno bipolar aumentam durante a gravidez

18 de novembro de 2013 (Bibliomed). Pesquisa realizada na Northwestern Medicine University, nos Estados Unidos, analisou a forma como as alterações fisiológicas durante a gravidez reduzem os efeitos de um fármaco que costuma ser utilizado para tratar o transtorno bipolar, tornando as mulheres mais vulneráveis aos episódios recorrentes.

De acordo com a equipe responsável pelo estudo, os resultados ajudarão os médicos a evitar os sintomas bipolares de mania e depressão durante a gravidez, o que pode representar um risco para a saúde materna e do feto.

É comum que, quando uma mulher com transtorno bipolar engravida, ela e seu médico não percebam, inicialmente, a necessidade de ajustar a medicação para se evitar a recorrência de sintomas, um risco de se agrava durante a gestação.

Aproximadamente 4,4 milhões de mulheres nos Estados Unidos apresentam transtorno bipolar, sendo a maioria em idade fértil. O estudo revelou que as concentrações dos remédios para transtorno bipolar no sangue de mulheres grávidas diminuíram devido à intensificação do metabolismo durante a gestação, o que agravou os sintomas da doença.

De acordo com os pesquisadores, os médicos poderão, agora, adotar práticas para manter os níveis de medicamentos estáveis no organismo da paciente mesmo durante a gestação, podendo, por exemplo, aumentar a dose durante a gravidez e diminuí-la no pós-parto.

O estudo foi publicado em 1º de novembro no American Journal of Psychiatry.

Fonte: American Journal of Psychiatry, 1º de novembro de 2013

Saiba mais sobre transtorno bipolar em Boa Saúde

Idade dos pais pode aumentar risco de bipolaridade no filho. Leia em Bibliomed

Copyright © 2013 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: