Publicidade

Notícias de saúde

Doação de órgãos ainda é tabu no Brasil

26 de setembro de 2013 (Bibliomed). De 23 a 29 de setembro é comemorada a Semana Nacional de Doação de Órgãos, iniciativa desenvolvida pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO). O objetivo da campanha é incentivar a doação a fim de diminuir as filas de espera por um órgão.

Hoje, estima-se que cerca de 30 mil pessoas estejam na fila de espera por um órgão no Brasil, e que quatro em cada dez pessoas se negam a doar os órgãos de seus familiares que tiveram a morte encefálica diagnosticada.

O país atingiu, em junho de 2013, a marca de 1.273 doadores, o que coloca o Brasil em segundo lugar do mundo em número d transplantes. Contudo, esse índice poderia ser maior se não fosse a recusa das famílias.

O rim é o órgão com a maior fila de espera (cerca de 20 mil pessoas), seguido das córneas (seis mil), fígado (1.300), coração (200) e pulmão (170).

Para tornar-se doador, é importante que a pessoa comunique à família sua vontade, pois a doação, de acordo com a legislação brasileira, deve ser consentida por um familiar de até 2º grau. Essa conversa é fundamental para subsidiar a decisão da família na hora de doar os órgãos.

Os interessados em se tornarem doadores podem conferir mais informações no site oficial da ABTO.

Fonte: Associação Brasileira de Transplante de Órgãos

Copyright © 2013 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: