Publicidade

Notícias de saúde

Você precisa comer mais peixe (e não apenas na Páscoa)

28 de março de 2013 (Bibliomed). Os peixes são alimentos muito saudáveis, trazendo inúmeros benefícios para a saúde. Apesar de o seu consumo ser mais comum na época da páscoa, quando muitas famílias escolhem não consumir carne, os peixes são essenciais para uma dieta balanceada.

Os peixes são tão benéficos por serem fonte de nutrientes como proteínas, fósforo, iodo, cobalto, cálcio, e vitaminas A, D, E e do complexo B. De acordo com a nutricionista Adriana Zupo Domeneghetti, as vantagens do consumo do peixe vão ainda além. "O principal benefício diz respeito ao coração. Ricos em ômega-3, os pescados ajudam a controlar os níveis de triglicerídeos e a pressão sanguínea. Este nutriente ainda atua no mecanismo de coagulação sanguínea, na regulação no ritmo cardíaco e controla a agregação plaquetária nas artérias, evitando o entupimento das mesmas”. Os peixes que contém maiores quantidades de ômega-3 são os de água fria, como arenque, cavala, salmão e atum.

O peixe favorito para a páscoa é o bacalhau, mas vale alertar que ele não é tão saudável. “Diferente de outros peixes, as espécies usadas no preparo do bacalhau armazenam a gordura benéfica nas vísceras, parte que não costuma ser consumida. Logo, seu consumo não traz benefícios. Pelo contrario, como possui altos teores de purinas e de sódio comer muito bacalhau pode elevar o ácido úrico”. Devido a isso o consumo do bacalhau deve ser moderado e outras espécies devem ser favorecidas.

Para que o preparo dos peixes não faça com que os benefícios trazidos pelo alimento se percam, o ideal é evitar as frituras. Elas causam o aumento do nível de gorduras ruins, podendo prejudicar o coração. O preparo do peixe no forno é ideal.

Fonte: TREE Comunicação, 25 de março de 2013

Copyright © 2013 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: