Publicidade

Notícias de saúde

Estudos mostram que casais homossexuais são ótimos pais

22 de março de 2013 (Bibliomed). Apesar de muitas pessoas serem contra homossexuais terem filhos, pesquisas mostram que eles têm ótimas chances de serem bons pais. Veja abaixo evidências científicas dessa afirmação.

* Homossexuais fazem uma escolha consciente ao decidirem ter filhos.  De acordo com o instituto americano Guttmacher, muitas vezes casais heterossexuais engravidam acidentalmente, e apesar de alguns deles se dedicarem a tarefa e serem bem sucedidos, outros podem não estar preparados para as responsabilidades da paternidade. Casais homossexuais escolhem ter filhos e passam por diversos obstáculos para realizarem esse sonho. Assim, eles tendem a ser mais motivados e comprometidos por terem decidido ter um bebê e se preparado para isso.

* Casais homossexuais muitas vezes escolhem adotar, dando cuidados, carinho e melhores oportunidades para crianças necessitadas e carentes financeiramente e emocionalmente. Uma pesquisa do Donaldson Adoption Institute, nos Estados Unidos, mostra que 60% dos casais de gays e lésbicas adotam crianças de raças diferentes das suas, algo difícil para alguns casais. Além disso, os dados do instituto mostram que 25% das crianças foram adotadas após os três anos, sendo que metade delas tinha necessidades especiais. Ambos os fatores dificultam a adoção da criança, já que normalmente são preferidas crianças mais jovens e normais.

*Gays e lésbicas ensinam seus filhos a serem tolerantes. Uma pesquisa feita em 2007, na Universidade Clark, mostra que pessoas que foram criadas por casais homossexuais dizem que seu contexto familiar os ensinaram a serem mais abertos e empáticos, além de deixá-los livres para realizarem as atividades que quisessem, sem estabelecer limites entre práticas femininas ou masculinas.

Estas evidências, dentre outras, levaram a Academia Americana de Pediatria, uma das maiores referências no cuidado infantil,  a anunciaru no dia 21 de março o seu apoio não apenas ao casamento homossexual mas também aos direitos de adoção e de tutela para casais gays e lésbicos.

“As crianças prosperam em famílias que são estáveis e que dão segurança permanente, e a forma de fazermos isso é através do casamento. A AAP acredita que deveria haver oportunidades iguais para cada casal de ter a estabilidade econômica e os apoios federais dados a casais casados para a criação de uma criança”, afirma Benjamin Siegel, porta voz da AAP.

Fonte: Live Science, 21 de março de 2013

Copyright © 2013 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: