Publicidade

Exames de rotina

Periodicamente seu médico solicita alguns exames para que possa fazer uma análise mais completa de seu quadro de saúde.

Neste especial, Boa Saúde lista alguns dos principais exames médicos com ilustrações e informações para ajudá-lo a entender melhor esses procedimentos de rotina.

Os exames estão classificados em ordem alfabética (navegue através das letras iniciais abaixo):

Angiografia cerebral (código da AMB: 4.08.12.02-2)

O que é este exame?

A angiografia cerebral é um exame de raios X que usa um contraste especial e uma aparelhagem de radiologia para obter imagens do fluxo sanguíneo dos vasos sangüíneos da cabeça e pescoço. Um angiograma do pescoço (angiograma carotídeo) pode ser usado para avalia as artérias importantes da região do pescoço que levam o sangue até o cérebro. Um angiograma da cabeça (angiografia cerebral) é usado para examinar a circulação do cérebro.

Durante uma angiografia, um tubo fino e flexível, chamado cateter é colocado em um vaso sanguíneo na virilha (artéria ou veia femoral) ou um pouco acima do cotovelo (artéria braquial ou veia). O cateter é guiado para a área de cabeça e pescoço. Em seguida, um contraste iodado é injetado no vaso, obtendo-se as imagens de raios-X. As imagens da angiografia podem ser armazenadas em radiografias convencionais, ou armazenadas como imagens digitais em computador.

O que o exame pode revelar?

Uma angiografia pode detectar uma dilatação em um dos vasos sanguíneos (aneurisma). O exame  também pode mostrar um estreitamento ou obstrução de um vaso sanguíneo que dificulta ou para o fluxo sanguíneo. Um padrão anormal de vasos sanguíneos (fístula ou má-formação arteriovenosa), ou vasos anormais próximos a um tumor podem ser encontrados.

Como é o preparo para este tipo de exame?

Antes de um exame, alguns cuidados devem ser tomados:

  • No sexo feminino, uma paciente não pode estar grávida.
  • Em caso de amamentação, a mãe submetida ao exame não deve amamentar por um a dois dias após o exame.
  • O paciente não deve ter alergia ao iodo.
  • O paciente não deve ter relato prévio de ter tido qualquer reação alérgica grave, ou de ser alérgico a medicamentos.
  • O paciente não deve ser asmático
  • O paciente não deve ter problemas de sangramento ou estar usando medicamentos para diminuir a viscosidade do sangue. Poderão ser solicitados exames para avaliar a coagulação do sangue antes do procedimento.
  • Ter histórico de doença renal, pois o contraste pode levar a dano adicional em pacientes já portadores de deste tipo de patologia. Poderão ser solicitados exames de sangue para avaliar a função dos rins antes do procedimento.
  • O paciente deverá estar em jejum por cerca de 4 a 6 horas antes do exame.
  • O paciente poderá receber um sedativo antes do exame.
  • O paciente deverá esvaziar a bexiga antes do exame. Deverão ser retiradas jóias e o paciente deverá trocar de roupas, colocando um avental.

Como é o exame?

Um angiograma é feito por um radiologista. O radiologista pode ser ajudado por outro médico, um técnico de radiologia, ou por um enfermeiro.

Será obtida uma via para administração de medicamentos ou soro na veia. Um dispositivo chamado oxímetro de pulso, que mede os níveis de oxigênio no sangue, pode ser colocado no dedo ou orelha do paciente. Eletrodos são colocados nos braços, peito e pernas do paciente  para registrar a freqüência cardíaca e ritmo do coração.

O paciente é deitado de costas sobre uma mesa de raio-X. Um cilindro redondo ou caixa retangular que obtém as imagens é posicionado acima do paciente. O local onde o cateter será introduzido (na virilha ou acima do cotovelo) será preparado e serão colocados campos cirúrgicos. O médico irá anestesiar o local da punção, usando um anestésico local. Em seguida, é colocada uma agulha no interior do vaso sanguíneo. Um fio-guia é passado através da agulha no vaso sanguíneo e a agulha é removida. O cateter, em seguida, será colocado sobre o fio-guia e introduzido no vaso sanguíneo, sendo guiado através dos vasos sanguíneos até que a sua ponta atinja a área a ser estudada. É utilizada a radioscopia para ver o movimento do cateter no interior dos vasos sangüíneos.

Em seguida, é feita a injeção do contraste através do cateter, e as imagens são obtidas de modo seriado e armazenadas. A injeção do contraste pode determinar uma sensação de calor no corpo.
O tempo do exame varia de 1 a 3 horas. Após a retirada do cateter, é feita compressão sobre o local por vários minutos. O paciente deverá ficar em observação algumas horas após o exame; em algumas situações é pedida a internação do paciente.

Figura 1: Angiografia cerebral - estenose na origem da artéria carótida interna

Quais são os riscos do exame?

  • Alergia ao contraste
  • Lesão do vaso pela passagem do cateter
  • Sangramento no local da punção do vaso para introdução do cateter
  • O contraste iodado pode determinar e/ou agravar uma lesão renal já existente

Fontes:

- Manual de exames: Instituto de Patologia clinica Hermes Pardini 2003/2004

- A clínica e o laboratório - Alfonso Balcells Gorina, Medsi Editora 1996

- Henry: Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods, 20th ed., 2001.

 


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: