Publicidade

Exames de rotina

Periodicamente seu médico solicita alguns exames para que possa fazer uma análise mais completa de seu quadro de saúde.

Neste especial, Boa Saúde lista alguns dos principais exames médicos com ilustrações e informações para ajudá-lo a entender melhor esses procedimentos de rotina.

Os exames estão classificados em ordem alfabética (navegue através das letras iniciais abaixo):

Angiografia abdominal ou Arteriografia celíaca e mesentérica

(Código AMB: Angiografia por cateterismo não seletivo de grande vaso 4.08.12.03-0 )
(Código AMB: Angiografia por cateterismo seletivo de ramo primário - por vaso 4.08.12.04-9 )

Material a ser analisado: imagem da circulação arterial abdominal obtida sobre placa de RX ou vídeo.

Finalidades do exame:
Diagnóstico das doenças dos vasos sanguíneos que irrigam o intestino delgado e o colón. Determinar ou não a existência de uma obstrução arterial, que seja a causa de um quadro de dor abdominal, ou que provoque sintomas de falta de irrigação sanguínea. Também permite estudar e determinar a presencia de anormalidades dos vasos que irrigam o fígado e o baço, assim como determinar as causas de um aumento da pressão dentro da veia porta.

Podem determinar a presença de um tumor, que invada ou desloque os vasos arteriais e permite determinar a possibilidade de um tumor ser operado ou não.

Permite em alguns casos determinar o local de origem de uma hemorragia ou a presença de um aneurisma no trajeto das artérias digestivas.

Em determinados casos pode ser o caminho de um tratamento, permitindo administrar diretamente, dentro do fígado, drogas antineoplásicas ou permitir o tratamento de uma oclusão por um coágulo ou a supressão de uma hemorragia.

Confiabilidade do exame:
Boa.

Tempo necessário para obter o material do paciente:
30 a 90 minutos, acompanhamento posterior de várias horas de repouso e controle.

Preparação do paciente:
O paciente, geralmente deverá estar internado e com jejum de sólidos durante seis horas previas ao exame.

Tempo necessário para obter resultados:
1 hora.

Técnica usada:
Substancia de contraste radiológico é injetada em uma artéria previamente canalizada.

Método utilizado para obter resultados:
O paciente deitado, com um acesso venoso em um braço, a fim de poder administrar qualquer medicamento, de forma imediata,caso ocorra alguma emergência, como por exemplo, alergia ao contraste. Antes e durante o decorrer do exame deve-se controlar pulso e batimentos cardíacos.

O médico inicia a anestesia do local escolhido para cateterizar a artéria; geralmente na região inguinal. O cateter é inserido, às vezes, mediante uma pequena incisão e outras vezes diretamente, por uma punção com uma agulha grossa, que permita introduzir por ela um cateter na artéria, que em seguida é conduzido para cima, orientando se pela tela radioscópica, até que sua extremidade seja colocada na região a ser estudada.

Neste momento se injeta a substancia de contraste,, que permita obter imagens radiográficas, além das radioscopias que permitam analisar detalhadamente a circulação arterial da região.

Cuidados:
Após o exame, o paciente deverá permanecer em repouso por algumas horas, com um curativo oclusivo e com compressão sobre a região da punção. Os sinais vitais do paciente (respiração, freqüência cardíaca e pressão arterial) devem ser monitorados a intervalos regulares, pelo menos durante 6 horas.

Figura 1: Aortografia abdominal - Bifurcação da aorta com ênfase na artéria ilíaca esquerda
Figura 2:Aortografia abdominal - Visualização Bifurcação da aorta
Figura 3: Aortografia abdominal - Visualização das artérias renais com lesões obstrutivas parciais
Figura 4: Aortografia abdominal - Visualização das artérias renais
Figura 5: Arteriografia seletiva do tronco celíaco - exame normal
Figura 6 - Aortografia - Obstrução crítica na origem da artéria iliaca D
Figura 7 - Aortografia _ Oclusão de artéria ilíaca esquerda na origem.
Figura 8 - Aortografia abdominal – oclusão da aorta infra-renal
Figura 9 - Cavografia mostrando obstrução pós-trauma da veia cava inferior

Fontes:

- Manual de exames: Instituto de Patologia clinica Hermes Pardini 2003/2004

- A clínica e o laboratório - Alfonso Balcells Gorina, Medsi Editora 1996

-
Henry: Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods, 20th ed., 2001.

 


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: