Publicidade

Exames de rotina

Periodicamente seu médico solicita alguns exames para que possa fazer uma análise mais completa de seu quadro de saúde.

Neste especial, Boa Saúde lista alguns dos principais exames médicos com ilustrações e informações para ajudá-lo a entender melhor esses procedimentos de rotina.

Os exames estão classificados em ordem alfabética (navegue através das letras iniciais abaixo):

Pieleografia excretora ou Urografia excretora (radiografia do sistema urinário)

(Código AMB: Pielografia ascendente 4.08.07.02-9 / Urografia venosa com bexiga pré e pós-miccional 4.08.07.01-0 / Urografia venosa minutada 1-2-3 4.08.07.03-7 / Urografia venosa com nefrotomografia 4.08.07.04-5 )

Tempo gasto para efetuar o exame: 1 hora.

Tempo necessário para obter os Resultados: 2 horas a 1 dia.

Confiabilidade do exame: boa.

Riscos: Possibilidade de reação alérgica pela substância de contraste. Quando o paciente é submetido muitas vezes a radiação, devido a repetidos exames radiológicos, pode gerar riscos grandes no futuro.

Os pacientes diabéticos, ou com patologias renais, apresentam maior chance de entrar num quadro de insuficiência renal aguda, devido à injeção de contraste.

Objetivos: Poder diagnosticar anormalidades anatômicas e, o que é mais freqüente, determinar a presença de cálculos no sistema renal; também é indicado quando existe hematúria (sangue na urina), para diagnosticar sua origem.

Preparação do paciente: Sempre se indica um teste alérgico ao iodo, colocando-se uma pequena quantidade dessa substância nos olhos e observando-se a reação, para prevenir um possível choque alérgico.

A preparação previa é de grande importância, para poder obter resultados claros do exame.

Jejum de 8 horas. O paciente deverá tomar um laxante oral, no dia anterior ao exame para eliminar a maior quantidade possível de fezes, melhorando assim a visualização dos elementos do sistema urinário.

Técnica utilizada: A substância de contraste é injetada na veia do braço e em seguida são obtidas radiografias, geralmente aos 5, 15, 30 e 60 minutos; além dessas, é feita outra radiografia, imediatamente após esvaziar a bexiga, para completar a imagem do líquido residual, que permaneça na bexiga urinária.

Fatores que podem interferir nos resultados: Excesso de gás no intestino, obesidade e função renal deficiente, o que impede a concentração da substância de contraste de forma adequada no sistema renal.

Figura 1: Urografia excretora pós trauma renal esquerdo - Má visualização do rim esquerdo

Figura 2: Urografia excretora _ Ureterocelo simples à esquerda contendo cálculo

Fontes:

- Manual de exames: Instituto de Patologia clinica Hermes Pardini 2003/2004

- A clínica e o laboratório - Alfonso Balcells Gorina, Medsi Editora 1996

- Henry: Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods, 20th ed., 2001.

 


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: