Publicidade

Exames de rotina

Periodicamente seu médico solicita alguns exames para que possa fazer uma análise mais completa de seu quadro de saúde.

Neste especial, Boa Saúde lista alguns dos principais exames médicos com ilustrações e informações para ajudá-lo a entender melhor esses procedimentos de rotina.

Os exames estão classificados em ordem alfabética (navegue através das letras iniciais abaixo):

Exame cromossômico, cariótipo, exame citogenético (Código AMB: 4.05.01.00-0)

Material a ser analisado: células obtidas por extração de sangue venoso (linfócitos) ou de qualquer outra origem, obtida por um simples raspado ou esfregaço.

Objetivo do exame: Identificar as causas de defeitos do nascimento, retardamento mental, ou crescimento retardado. Descobrir desordens cromossômicas no feto. Revelar a causa de esterilidade ou abortos repetidos.

Avaliação dos casais que possuam filhos com cariótipos anormais.

Avaliar a causa da amenorréia em mulheres. Examinar um desenvolvimento sexual anormal, principalmente quando existe duvida sobre o verdadeiro gênero sexual.

Diagnosticar certos tipos de cânceres ou avaliar sua evolução e a efetividade de um tratamento.

Credibilidade do exame: muito boa.

Tempo gasto para realização do exame: 5 minutos.

Tempo necessário para obter resultados: entre 3 e 15 dias.

Técnica usada para obter resultados: Os cromossomos são examinados em células do paciente quanto ao número e estrutura isoladas.

Método utilizado para obter resultados: As células das quais, são extraídos os cromossomos, podem ser provenientes do sangue, da pele, da medula óssea, e em uma mulher grávida pode ser obtida da placenta, do líquido amniótico, ou das vilosidades coriônicas. As células são cultivadas e delas são obtidas fotografias de seus cromossomos (cariótipo).

Um especialista em genética examina os cromossomos, para determinar as anormalidades relativas à estrutura ou quantidade.

Alguns cromossomos podem ser analisados por luz fluorescente, com hibridação in situ (FISH), um novo procedimento em que é usada uma sonda de DNA, com a finalidade de analisar os cromossomos.

No mosaico (quando aparecem cariótipos normais, junto com outros anormais, provenientes de outra célula), a proporção dos dois tipos é usada pra predizer a severidade do distúrbio genético. Este diagnóstico é difícil no período pré-natal.

Fatores que podem afetar os resultados: Cromossomos que estão muito condensados podem tornar impossível sua diferenciação e separação. A amostra pode conter uma quantidade insuficiente de células ou estas se multiplicam pouco na cultura. Outra possibilidade ocorre nas grávidas, quando as células da mãe se misturam as do feto.

Fontes:

- Manual de exames: Instituto de Patologia clinica Hermes Pardini 2003/2004

- A clínica e o laboratório - Alfonso Balcells Gorina, Medsi Editora 1996

- Henry: Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods, 20th ed., 2001.

 


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: