Vem aí o hambúrguer sintético

2 Comentários

Nutrição Tecnologia

A carne usada para preparar os sanduíches mais famosos do mundo pode estar com os dias contatos. Isso porque pesquisadores da Universidade Maastricht, nos Países Baixos, anunciaram estarem próximos de produzir o primeiro hambúrguer sintético em laboratório.

Dr. Mark Post, considerado um dos principais pesquisadores da “carne sintética” no mundo, explica que usaram células-tronco de tecido muscular de bois para produzir células musculares adultas. A intenção dos cientistas é conseguir uma carne mais saudável, rica em proteínas e com menor teor de gordura, além de substituir a criação de gado, considerada pelos estudiosos como uma das atividades humanas mais agressivas ao meio ambiente.

O metano liberado pelos gazes e arrotos dos bois e vacas é considerado um dos maiores poluentes do ambiente. Para Post, a carne artificial pode reduzir esse dano em mais de 60%. As fibras desenvolvidas pelos pesquisadores se parecem com filetes de alguns frutos do mar. A equipe pretende misturá-las com sangue e gordura – tudo desenvolvido artificialmente – para criar o tão esperado hambúrguer sintético. Agora, falta o mais importante, desenvolver o sabor.

2 comments

  1. Natalia SA

    Francamente, como assim: “a criação de gado, considerada pelos estudiosos como uma das atividades humanas mais agressivas ao meio ambiente”. Como assim????

    Existem boas práticas de produção que são seguidas pelos produtores. Um dos exemplos é um projeto da ABCZ, chamado Com o Boi na Sombra, que com ações especificas quer ajudar a pecuária brasileira a mostrar ao mundo que é uma das atividades que mais pode contribuir para a proteção das florestas. Exmplos: http://www.souagro.com.br/com-o-boi-na-sombra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>