Uso de antidepressivos por gestantes pode aumentar o risco de autismo na criança

Comentar

Saúde da mulher Saúde do bebe e da criança

gravida2O uso de antidepressivos durante a gestação pode aumentar o risco de autismo nos bebês, sugere pesquisa realizada na Universidade de Montreal, no Canadá. De acordo com os pesquisadores, as drogas inibidoras da receptação da serotonina podem desencadear o distúrbio, especialmente se o uso ocorrer durante os dois trimestres finais da gestação.

Foram analisados dados de 145.546 crianças, das quais 1.054 (0,72%) apresentaram pelo menos um diagnóstico de autismo. A idade média do primeiro diagnóstico foi de 4,6 anos, sendo as crianças monitoradas até a idade média de 6,2 anos. A proporção entre meninos e meninas foi de 4 para 1.

A pesquisa revelou que 4.724 crianças (3,2%) foram expostas a antidepressivos ainda no útero. O uso de antidepressivo pela mãe durante o segundo ou terceiro trimestre de gestação foi associado a um aumento de 87% no risco de autismo. Não foi observada associação entre autismo e uso de antidepressivo no primeiro trimestre de gravidez ou no ano anterior à gestação.

O autismo integra o Transtorno do Espectro Autista, uma síndrome neurológica que se caracteriza pela dificuldade de comunicação e interação social, além de padrões específicos de comportamento e interesses.

Fonte: UPI, 14 de dezembro de 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>