Médicos e pacientes não devem ser amigos em redes sociais

Comment

Comportamento

O American College of Physicians e a Federation of State Medical Boards, em texto publicado na revista Annal of Internal Medicine, aconselham os médicos a não serem “amigos” de seus pacientes nas redes sociais. De acordo com os órgãos, a comunicação digital também deve ser evitada em vias como e-mails ou mensagens eletrônicas.

Os órgãos defendem que os médicos devem diferenciar sua vida profissional de sua vida pessoal. E-mails e comunicações eletrônicas devem respeitar limitações determinadas por comum acordo entre paciente e médico, e, em situações onde o médico recebe mensagens eletrônicas de pacientes pedindo conselhos clínicos, o ideal é aconselhá-lo a procurar ajuda no consultório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *