Descoberto novo tipo de esclerose múltipla

Comentar

Medicina

destaque_neuroniosA esclerose múltipla tem sido considerada uma doença da substância branca do cérebro, na qual as células do sistema imunológico destroem a capa protetora gordurosa das células nervosas, levando à morte das células nervosas e à incapacidade progressiva dos pacientes. Agora, pesquisadores da Cleveland Clinic, nos Estados Unidos, identificaram um novo subtipo da doença que consiste na perda de neurônios.

Chamado de Mielocortical MS (MCMS), neste novo subtipo da doença ocorre perda de neurônios, mas nenhum dano à substância branca do cérebro. No estudo, os pesquisadores analisaram o tecido cerebral de 100 pacientes com esclerose múltipla que doaram seus cérebros após a morte e descobriram que 12 dos cérebros não tinham desmielinização da substância branca.

Enquanto vivo, exames de ressonância magnética do cérebro desses 12 pacientes eram indistinguíveis daqueles com esclerose múltipla tradicional, isso porque parte dos neurônios estavam inchados naqueles 12 pacientes e pareciam lesões típicas de esclerose múltipla causadas pela perda de mielina da substância branca. O diagnóstico de MCMS só foi possível após a morte.

As descobertas, publicadas The Lancet Neurology, mostram que a perda e a desmielinização de neurônios podem ocorrer de forma independente na esclerose múltipla, o que, segundo os pesquisadores, indica a necessidade de exames de ressonância magnética mais sensíveis.

Fonte: The Lancet Neurology, 21 de agosto de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>