Colonoscopia: mitos e verdades

Comment

Bem estar Check-up Comportamento Saúde da família Saúde do homem

No Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa de incidência de câncer para o ano de 2014 (que também será válida para 2015), aponta para a ocorrência de aproximadamente 576 mil casos novos de câncer. Nesta perspectiva, os tumores de próstata ocupam o segundo lugar entre os mais incidentes na população brasileira, perdendo apenas para o câncer de pele.

O câncer colorretal é tratável e, na maioria dos casos, curável, ao ser detectado precocemente. A colonoscopia é um dos principais procedimentos para a detecção e prevenção de tumores no intestino grosso (cólon) e reto. No entanto, alguns mitos em relação ao procedimento e preparação podem determinar o adiamento da data da primeira colonoscopia entre aqueles que chegam aos 50 anos, idade indicada para o início periódico de sua realização.

De acordo com o gastroenterologista Silvio Gabor (CRM-SP 47.042), a indicação para a realização do exame é feita pelo médico após avaliação periódica da pesquisa de sangue oculto nas fezes. Segundo ele, a colonoscopia é indicada para resultados positivos.

O profissional ainda ressalta que o  exame requer preparo de cólon, realizado com medicamentos tomados oralmente, próprios para a limpeza e/ou lavagens intestinais. O paciente recebe sedação e raramente é necessária a internação hospitalar, ou seja, o  paciente pode voltar às suas atividades habituais após algum tempo de repouso e no mesmo dia.

Fonte: MW- Consultoria de Comunicação & Marketing em Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *