Autismo não está relacionado a vacinas, aponta estudo

Comentar

Bem estar Comportamento

É antiga a polêmica que afirma que existe uma relação entre a vacinação e o autismo. Desde que esse argumento surgiu, em 1998, seu efeito foi tão forte que fez até mesmo com que taxas de vacinação caíssem em diversos países.

Desde então surgiram diversas pesquisas que contrariam essa relação, e uma nova pesquisa desenvolvida pelo Instituto de Medicina (EUA) reforça esse fato. Uma equipe de médicos fez uma revisão de 1000 estudos com o objetivo de encontrar uma relação entre as vacinas, o desenvolvimento de autismo e outros problemas de saúde. Os resultados da pesquisa mostraram que não existe conexão entre o autismo e as vacinas. Porém, alguns males foram associados à vacinação, como febre, inflamação do cérebro e desmaios, mas apenas em casos raros.

De acordo com Ellen Wright Clayton, professora de pediatria e direito na Universidade Vanderbilt (EUA), “os resultados deveriam ser reconfortantes para pais de que poucos problemas de saúde estão realmente conectados a imunizações, e esses efeitos são relativamente raros”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>