Abrir as janelas do carro não evita exposição a toxinas do tabaco

Comentar

Comportamento Saúde da família Saúde do bebe e da criança

A quantidade de partículas prejudiciais à saúde que são liberadas por quem fuma dentro do carro excede as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). E quem pensa que abrir as janelas resolve o problema está enganado. O mesmo é válido para quem acredita que deixar a circulação do ar condicionado funciona para eliminar a fumaça do cigarro.

Os níveis de material particulado fino foram medidos a cada minuto no banco traseiro durante viagens de carros típicas ao longo de três dias. Do total de 17 motoristas, 14 eram fumantes e a duração média das viagens foi de 27 minutos.

A média do material particulado no interior dos carros foi de 7,4 miligramas por metro cúbico (mg/m3) durante as viagens nas quais ninguém fumava no carro. Quando uma pessoa fumava, esse nível superando os 85 mg/m3. O limite máximo de exposição a esses materiais, segundo a OMS, é de 25 mg/m3.

A exposição à fumaça pode afetar a saúde de todos os passageiros, até os que não fumam, especialmente a das crianças. O estudo foi publicado no British Medical Journal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>