Publicidade

Artigos de saúde

Tratamentos para quem quer se ver livre das olheiras


Por Núcleo de Estética Médica e Emagrecimento
contato@clinicaeme.com.br

Se você é daquelas que acorda como um urso panda depois de uma noite mal dormida, você sabe como as olheiras na região dos olhos fazem a pessoa parecer cansada e abatida. A falta de sono é apenas um dos motivos para que elas apareçam. Olheiras, uma hiperpigmentação abaixo dos olhos, são apenas um desvio estético: a pele da pálpebra inferior em algumas pessoas é muito delgada, deixando transparecer o acúmulo de melanina e vasinhos dessa região.

No caso de noites maldormidas, as olheiras aparecem porque a pessoa não fez o repouso necessário e os vasos que fazem drenagem no local ficam congestionados, levando ao inchaço. As olheiras “do dia seguinte" são simples de disfarçar com compressas com chá de camomila gelado, que tem ação calmante ou rodelas de pepino geladas, que contraem os vasos dilatados e estimulam a drenagem. O ideal é deixar a compressa ou a rodela de pepino na região por 20 minutos. Depois deve-se passar cremes hidratantes com boa espalhabilidade, que contenham vitaminas C e E na região e massagear.

Quem tem olheiras constantes e se incomoda com isso tem a opção de recorrer a tratamentos como laser luz pulsada, peelings e cremes à base de tioglicolato ou preenchimento com ácido hialurônico para minimizar o problema. O laser tira o pigmento, a cor escura, enquanto o preenchimento com ácido hialurônico 'levanta a pele', ou seja, aumenta a espessura da pele dessa região abaixo dos olhos, que é transparente. Deste modo, para olheiras mais depressiva, é recomendado fazer o preenchimento e para olheiras mais pigmentadas, o laser luz pulsada.

Nenhum dos tratamentos resolve completamente o problemam mas há uma melhora de cerca de 70 a 80% . E elas podem voltar, caso haja predisposição genética. Os efeitos do preenchimento duram cerca de um ano e do laser, de 6 a 8 meses. O ideal é combinar tratamento escolhido com cremes de uso noturno e boas horas de sono, no caso das olheiras constantes.

Publicado em 13 de julho de 2012.



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: