Publicidade

Artigos de saúde

Síndrome da Fadiga Crônica

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- O que causa o distúrbio?
-
O que sente a pessoa afetada?
-
Quando procurar atendimento médico?
-
Como é feito o diagnóstico?
-
Como é o tratamento?

A Síndrome da Fadiga Crônica – ou simplesmente SFC - é um distúrbio complexo caracterizado por fadiga extrema que não melhora como repouso o sono. A sensação de cansaço intenso tende a piorar com a atividade física ou mental.

A SFC afeta principalmente mulheres, mas ainda não está claro por que isto ocorre.

O que causa o distúrbio?

De todas as doenças crônicas, a SFC é uma das mais misteriosas: ela não possui uma causa específica. Dentre as possíveis causas indicadas pelos especialistas, estão:

  • Depressão
  • Anemia ferropriva
  • Hipoglicemia
  • Alergias
  • Infecções por vírus
  • Problemas no sistema de defesa
  • Alterações nos níveis dos hormônios produzidos no hipotálamo, na hipófise ou nas adrenais
  • Pressão baixa crônica

O que sente a pessoa afetada?

Os sintomas assemelham-se a um quadro de gripe, mas podem durar várias semanas ou até mesmo anos. As principais manifestações da síndrome incluem:

  • Problemas de memória ou concentração
  • Irritação na garganta
  • Gânglios dolorosos palpáveis na região do pescoço ou axilas
  • Dores musculares inexplicáveis (podendo até mesmo simular episódios de Espondilite Anquilosante)
  • Dor em vários pontos diferentes do corpo, porém sempre sem sinais de inflamação
  • Dores de cabeça
  • Problemas de sono
  • Exaustão extrema por mais de 24h após atividade ou exercício físico-mental
  • Cólicas abdominais com ou sem diarréia
  • Alergias ou hipersensibilidade a certos alimentos, bebidas alcoólicas, odores, substâncias química, medicações ou ruídos
  • Náuseas e excesso de gases
  • Dores no tórax
  • Tosse crônica
  • Vertigens ou desmaios
  • Boca ressecada
  • Dor de ouvido
  • Arritmia cardíaca
  • Dor na mandíbula
  • Rigidez das articulações no período da manhã
  • Calafrios e suores noturnos
  • Falta de fôlego
  • Dormências e formigamentos
  • Problemas psicológicos, tais como depressão, irritabilidade, distúrbio da ansiedade e ataques de pânico
  • Problemas visuais (p.ex.: turvamento da visão, desconforto para enxergar na claridade, ressecamento dos olhos, etc).
  • Perda ou ganho de peso

Para ser diagnosticada com SFC, a pessoa deve apresentar pelo menos 4 itens de uma lista de sinais e sintomas, por pelo menos 6 ou mais meses.

Quando procurar atendimento médico?

Várias doenças diferentes podem se manifestar com fadiga, incluindo infecções e distúrbios psicológicos. Como regra geral, toda pessoa com fadiga intensa o suficiente para interferir com o desempenho das atividades do dia a dia deve procurar atendimento médico para uma avaliação mais detalhada.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da SFC é feito por exclusão. Isto significa que, antes de selar o diagnóstico, o médico deverá excluir outras doenças com sintomas semelhantes. Para tanto, podem ser necessários vários exames e uma boa dose de paciência.

Como é o tratamento?

Não existe tratamento específico para a SFC. Em geral, os médicos procuram aliviar os sintomas empregando uma série de medidas, tais como encorajar a prática de atividade física moderada, tratar a depressão e a ansiedade. Analgésicos, corticóides e acupuntura também podem ser empregados.

Na maioria dos casos, existem algumas dicas úteis para aliviar o desconforto associado à doença:

  • Aprenda como lidar e reduzir o seu nível de estresse
  • Procure dormir o suficiente para recuperar suas energias
  • Siga uma dieta saudável e balanceada
  • Não fume
  • Evite consumir bebidas alcoólicas ou ricas em cafeína
  • Procure desenvolver algum tipo de hobby
  • Alguns fitoterápicos e medicamentos naturais podem ser úteis, mas só devem ser utilizados sob orientação médica
  • Se possível, participe de grupos de apoio

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.                                        15 de maio de 2008.



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: