Publicidade

Artigos de saúde

Cirrose

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- Quais os sintomas da cirrose?
-
O que pode causar cirrose?
-
Como a cirrose é detectada?
-
Quais as complicações da cirrose?
-
Como diminuir seu risco?

Cerca de 5% das pessoas que sofrem de Doença de Crohn desenvolvem alterações cirróticas no fígado. Mas o que é a cirrose? Quais os seus sintomas e como proceder para lidar com o problema?

Quais os sintomas da cirrose?

O fígado é o maior órgão sólido do corpo humano e está envolvido com uma série de funções vitais, tais como produção de bile e proteínas, armazenamento de nutrientes, desenvolvimento de fatores da coagulação e eliminação de substâncias tóxicas da corrente sangüínea.

Os sintomas da cirrose variam de acordo com o estágio da doença. Nas fases iniciais, a pessoa pode não sentir coisa alguma. À medida que a doença avança, podem surgir:

  • Diminuição do apetite
  • Fadiga
  • Perda ou ganho súbito de peso
  • Hematomas espontâneos
  • Pigmentação amarelada na parte branca dos olhos (icterícia)
  • Retenção de líquidos, causando inchaço principalmente nos tornozelos, pernas e abdome (ascite)
  • Urina com cor de coca cola
  • Fezes esbranquiçadas ou com sangue
  • Febre
  • Alterações mentais (confusão, desorientação, alterações da personalidade)

O que pode causar cirrose?

Além de ser uma complicação rara porém temida da Doença de Crohn, a cirrose também pode ser causada por Hepatite C, esteatose hepática, esquistossomose e alcoolismo são as principais causas de cirrose em nosso meio. Outras causas menos freqüentes de hepatite incluem: obstrução das vias biliares por tumores, fibrose cística, hemocromatose e intoxicações medicamentosas.

Como a cirrose é detectada?

A cirrose é diagnosticada através do exame clínico realizado no consultório médico e de exames complementares (p.ex.: exames de sangue e ultra-sonografia). Dependendo da necessidade de avaliar outras doenças ou para determinar o estágio da cirrose, seu médico poderá recomendar ainda a realização de biópsias no fígado.

Quais as complicações da cirrose?

A cirrose possui várias complicações, sendo as principais: sangramento pelo esôfago, alterações do estado mental, insuficiência renal, diabetes, anemia, aumento do risco para infecções, crescimento da mama nos homens, menopausa prematura nas mulheres, e perda de massa muscular. Com o tratamento adequado, a maioria destas complicações pode ser evitada ou revertida nas fases iniciais da doença.

Como diminuir seu risco?

Para diminuir seu risco de desenvolver cirrose, adote algumas medidas simples:

  • Não abuse das bebidas alcoólicas: a partir de duas doses por dia (p.ex.: mais de duas taças de vinho ou uma lata de cerveja), você já está aumentando o risco.
  • Evite a promiscuidade sexual e vacine-se contra Hepatite B
  • Cuidado ao manusear substâncias químicas, tais como produtos de limpeza e pesticidas
  • Jamais tome remédios sem orientação médica específica
  • Siga uma dieta nutritiva, bem balanceada, pobre em gorduras e rica em frutas e vegetais frescos
Copyright © 2008 Bibliomed, Inc. 15 de dezembro de 2008



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: