Publicidade

Artigos de saúde

Ansiedade e Asma

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- Você sabia que o tratamento da asma pode acentuar os sintomas de ansiedade?
-
Referências Bibliográficas Selecionadas

Quando os níveis de ansiedade começam a atingir seu limite, é comum observar agravamento da chieira e da dificuldade para respirar em pessoas asmáticas. Estes sintomas podem acentuar o estresse, aumentando a ansiedade e fechando um ciclo vicioso.

Os especialistas sabem que a ansiedade afeta o sistema cardiovascular, gastrintestinal, musculoesquelético e imune, além de alterar o funcionamento do sistema nervoso central. Níveis alterados de ansiedade podem criar reações fisiológicas intensas, como constrição das vias respiratórias e alterações no sistema imune que pioram os sintomas da asma.

Vale lembrar que a asma não é uma doença psicossomática. A ansiedade pode ajudar a desencadear as crises asmáticas, mas pessoas que não sofrem de asma dificilmente desenvolvem problemas respiratórios em virtude da ansiedade.

Você sabia que o tratamento da asma pode acentuar os sintomas de ansiedade?

O tratamento da asma recorrente requer o emprego de medicamentos por um tempo prolongado. Nestes casos, os corticóides são a droga mais utilizada, em especial a Prednisona. O problema está no fato da Prednisona poder causar alterações no humor como efeito colateral, adicionando combustível à ansiedade.

Felizmente, os efeitos da Prednisona sobre o humor desaparecem logo após a interrupção do medicamento.

Para contornar o risco de estabelecer um ciclo vicioso entre as duas doenças, as pessoas que sofrem de Ansiedade e Asma podem empregar algumas técnicas simples:

  • Tente manter sempre um pensamento positivo. Isto ajuda a controlar os níveis de estresse.
  • Identifique e procure controlar suas fontes de ansiedade.
  • Gerencie seu tempo com alguma folga. Não tente fazer tudo de uma só vez. Peça e aceite ajuda.
  • Pratique alguma forma de atividade física regularmente. Exercícios de relaxamento, como Ioga e meditação, são particularmente úteis.
  • Mantenha uma alimentação saudável.
  • Valorize suas noites de sono. Dormir recarrega suas baterias, diminuindo os níveis de ansiedade e os riscos para crises asmáticas severas.

Referências Bibliográficas Selecionadas

  1. Bellanti JA. Literature review: the best new articles in the specialty of allergy, asthma, and immunology, 2004-2005. Allergy Asthma Proc. 2006 May-Jun;27(3):186-96.
  2. Douglass JA, O'Hehir RE. Diagnosis, treatment and prevention of allergic disease: the basics. Med J Aust. 2006 Aug 21;185(4):228-33.
  3. Phipatanakul W. Environmental factors and childhood asthma. Pediatr Ann. 2006 Sep;35(9):646-56.
  4. Björkstén B. Primary prevention of atopic asthma. Cur Op Allergy Clin Immunology 2001;1:545-548.
  5. Schafer T, Ring J. Epidemiology of allergic diseases. Allergy. 1997;52(38 Suppl):14-22; discussion 35-6.
  6. Heusser CH, Brinkmann V. Immune response and pathophysiology of the allergic reaction. Ther Umsch. 1994 Jan;51(1):14-8.

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.                                        20 de dezembro de 2007



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: