Publicidade

Artigos de saúde

Os Olhos e a Visão na Terceira Idade

O envelhecimento produz normalmente uma diminuição de nossa visão ou acuidade visual que em geral é discreto. Passamos a ter necessidade de luz forte para ler, cozinhar e guiar automóvel. Na leitura é preferível o tipo de luz incandescente ( lâmpadas normais ) à luz fluorescente.

A partir dos 40 anos de idade não há quem não sinta dificuldade em focalizar objetos próximos, obrigando-nos a esticar os braços para ler o jornal : é a "Síndrome do Braço Curto"..... ou a presbiopia , que atinge 100% das pessoas e é facilmente corrigida com o uso de lentes. A partir dos 60 anos pode ocorrer a opacificação do cristalino que caracteriza a catarata provocando acentuada diminuição visual. São situações relacionadas à falta de elasticidade do cristalino, como ocorre com a elasticidade de nossa pele.

Nossos olhos funcionam como uma câmara fotográfica que usa lentes para focar um objeto que se forma sobre uma camada de células foto-receptadoras denominada retina. A retina funciona como o filme que é sensibilizado pela luz.

Entretanto algumas moléstias também podem atingir nossa visão como o diabetes e a pressão alta.

A partir dos 40 anos a ida a um oftalmologista deve ser feita com regularidade.

Problemas visuais de um só olho em geral se deve a problemas localizados na retina ou no nervo óptico. A diminuição visual em ambos os olhos pode ser devida a doença localizada em qualquer ponto , desde a retina até o cérebro.

Podem ocorrer a perda parcial da mesma ( ambliopia ) até a sua perda total ( amaurose ), passando por distúrbios do campo visual e pelo aparecimento de manchas , pontos luminosos ( denominados escotomas ) , etc. .

Na terceira idade destacam-se a catarata ( opacificação do cristalino ), doenças da retina ou retinopatia ( principalmente a degeneração macular ) e o glaucoma como as principais causas de diminuição da visão.

A perda transitória da visão, quando surge uma cortina em um de nossos olhos que permanece por algum tempo (amaurose fugaz) é um problema associado ao acidente vascular cerebral e à obstrução de artérias cerebrais..

A visão dupla (diplopia) sem alterações de nossa acuidade ocorre nas inflamações dos nervos responsáveis pela movimentação dos olhos , como no diabetes, por exemplo , sendo então denominada neurite diabética.

Na catarata a visão começa a ficar borrada e os objetos ficam distorcidos. Há dificuldade para determinar cores, dificuldade de se enxergar com muito sol e também para dirigir à noite. Ocorre a degeneração do cristalino que leva a diminuição progressiva da visão. Existe uma opacificação do cristalino, que tem prejudicada a sua função de lente para focalizar objetos.

Ocorre na terceira idade como um processo natural de envelhecimento do cristalino, mas pode também surgir em conseqüência de doenças como o diabetes ou do uso incorreto de medicamentos como a cortisona. Pode também ser devida a um trauma ou ainda ser congênita.

A catarata ocorre para todas as pessoas com a idade, sendo que o problema é mais intenso para algumas, havendo nítida tendência familiar.

A cirurgia é o único tratamento que corrige a catarata. Consiste em retirar o cristalino opacificado substituindo-o por um artificial (lente intra-ocular).Nem sempre há necessidade de cirurgia e a sua indicação envolve vários fatores, como a idade, estado geral, grau de diminuição da visão e potencial de recuperação. Quando a catarata esta associada a distúrbios da retina por exemplo , a colocação de lentes artificiais esta contra-indicada.

É muito importante o estudo prévio do olho e da visão antes da realização do implante da lente artificial, o que é feito através do cristalino opacificado utilizando-se aparelhamento especial. Desta maneira pode-se saber se a pessoa voltará a enxergar após a cirurgia, ou qual será o seu grau de recuperação.

O risco cirúrgico deve ser sempre muito bem avaliado, principalmente com relação a anestesia geral. A utilização da anestesia local e bem indicada nos pacientes mais frágeis.

As principais alterações da retina na terceira idade são a degeneração macular, a retinopatia diabética e o descolamento da retina.

A retina é o local do olho que transmite os impulsos luminosos para o cérebro permitindo a visão. A lesão da retina pode produzir distúrbios da visão, como o aparecimento de manchas, pontos luminosos, imagens distorcidas e também a perda da visão. É uma causa de diminuição da visão no idoso.

Na degeneração macular ocorre uma progressiva diminuição visual principalmente relacionada à visão central ( há uma mancha preta no centro do campo visual ). Seu tratamento com laser tem boa resposta quando realizado no inicio da doença.

A retinopatia diabética é uma complicação do diabetes que leva a diminuição da visão devido a má circulação sangüínea da retina provocada por vasos sangüíneos alterados pelo processo de arteriosclerose .

O descolamento da retina se deve a separação das duas camadas da retina com graves prejuízos para a visão. O tratamento com laser produz bons resultados.

© 2000 BoaSaúde.com



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: