Publicidade

Artigos de saúde

A Calvície e o Rejuvenescimento

A calvície ou a redução dos cabelos é mais freqüente nos homens de cor clara, sendo menos freqüente em asiáticos e rara em negros. O fato de ocorrer com mais freqüência entre homens do que entre mulheres se deve a fatores puramente genéticos, pois o gene da calvície é dominante no sexo masculino.

Esta redução tem inicio por volta dos 20 anos de idade e o processo tem um tempo muito variável que pode levar alguns meses até vários anos. Basicamente os fios de cabelo apresentam um ciclo biológico de nascimento, vida e queda. Este ciclo depende principalmente de hormônios sexuais masculinos e da predisposição genética à calvície.

Algumas doenças, infecções e certos remédios podem provocar a queda de cabelos. Acredita-se que aspectos emocionais, como o estresse , possam facilitar a queda de cabelos.

Nossa sociedade dá grande importância para a aparência com o objetivo básico de se encontrar o belo e o jovem. A aspecto da pele, a cor dos cabelos, e a estrutura muscular são os principais alvos a serem alterados.

A industria dos cosméticos fornece os mais diferentes métodos de rejuvenescimento. As academias de ginástica propiciam a manutenção do físico dentro dos padrões clássicos de beleza.

Nos últimos anos surgiram inúmeros métodos de se manter a pele jovem.

Os primeiros cuidados que deve ter ao se iniciar qualquer tipo de tratamento de pele é se obter um bom diagnóstico da pele e de suas características, que evidentemente variam de pessoa para pessoa. Este diagnóstico se obtém junto ao dermatologista, sendo muitas vezes necessário exames especiais.

O principal inimigo da pele é o sol na forma de suas radiações ultravioletas que além de favorecerem o aparecimento de certos tipos de câncer, aceleram o seu envelhecimento. A utilização de cremes protetores é muito importante nas exposições prolongados ao sol.

A industria de cosméticos apresenta também inúmeros produtos que provocariam o rejuvenescimento da pele, havendo inúmeros tipos, como aqueles a base de "lipossomos" ou outros à base de "colágeno", por exemplo.

Na realidade qualquer produto que diminui o processo de desidratação da pele diminui a sua velocidade de envelhecimento e pode ser bastante útil. Uma das substâncias consideradas melhor hidratantes da pele são aquelas extraídas das folhas da "aloe vera".

A vaselina e todos os cremes que a contenham são também muito úteis. Os cremes que levam ao aumento do tônus da pele com o objetivo de torná-la firme fazendo desaparecer as rugas são também numerosos e agem também como hidratantes.

Existem cremes à base de gorduras ( lipossomos ) ou outros à base de extrato de timo que afirmam ter capacidade de penetração na pele e aí provocarem sua regeneração, o que até hoje não foi comprovado cientificamente.

Existem também inúmeras técnicas que preconizam a regeneração da pele pela estimulação através de atrito com esponjas abrasivas e que no fim agem por provocarem uma melhor hidratação.

Cremes à base de retinol - A, vitamina A, substância utilizada no tratamento da acne, parece ter algum efeito no sentido de amaciar a pele e diminuir as rugas.

É uma substância que deve ser usada sob controle médico rigoroso pois pode apresentar efeitos colaterais. Outra substancia que apresenta resultados bastante promissores no combate ao envelhecimento da pele é a beta glucana ( "Nayad") que estimula as células imunológicas da pele o que leva ao aumento da formação das células básicas para a manutenção da firmeza da pele, isto é, colágeno e elastina.

Técnicas mais agressivas, como o "peeling" e a dermatoabrasão devem ser realizadas por profissionais experientes, em geral médicos e também são úteis na manutenção da firmeza da pele.

A microlipoinjeção é a administração de gordura de outros locais do corpo em locais desejados da face através de punção com agulha fina, o que também deve ser feito por médico experiente.

Alem de cremes, "peelings", etc também é preconizado a ingestão de vitaminas, principalmente A e E, que atuariam no auxilio do rejuvenescimento da pele, o que é feito sem nenhuma comprovação científica.

Alem da pele os cabelos também recebem grande atenção na preocupação com o rejuvenescimento. Grande número de pessoas utilizam várias técnicas para evitar o aparecimento de cabelos brancos. As tinturas não são inócuas e podem levar a problemas locais ( irritações de pele ) e também a problemas orgânicos ( como o lupus, por exemplo ).

Há também medicamentos que estimulam o crescimento de cabelos ( minoxidil ) e são relativamente eficazes na prevenção da queda do cabelo.

O cuidado com as unhas também é importante pois com a terceira idade as mesmas se tornam frágeis e quebradiças. Alterações nas unhas podem também significar algum tipo de patologia, como ocorre em certas doenças pulmonares, por exemplo , que torna as unhas arredondadas e azuladas.

Com a idade as unhas se tornam mais finas e frágeis devido às alterações em suas proteínas e é aconselhável cuidar das mesmas com cuidado, cortando-as sempre na mesma direção para evitar a rachadura.

A cirurgia plástica cosmética mudou muito nos últimos vinte anos. Antigamente as cirurgias se baseavam na dupla cortar e esticar... quando retirava-se os excessos e esticava-se o que ficava.

A cirurgia cosmética atual utiliza ferramentas de alta tecnologia e técnicas sofisticadas. O cirurgião plástico atualmente tende a retirar pouco tecido e se preocupa mais em moldar, reconstituindo formas. Por outro lado a maioria das técnicas são muito simples em geral não necessitando de anestesia geral.

A maioria das fórmulas medicamentosas utilizadas para inibir o envelhecimento contem a procaína que é uma substância usada como anestésico de uso local recebendo o nome de "Novocaína".

Em geral está associada a vitaminas e sais minerais, com o objetivo de retardar o processo de envelhecimento. Até hoje não houve comprovação científica com respeito ao efeito da procaína sobre o processo de envelhecimento.

Vários tratamentos geriátricos se baseiam em remédios na base de procaína associada ao cálcio, magnésio, cromo, zinco e manganês. Estes tratamentos proclamam proporcionarem a revitalização física, o fortalecimento muscular e o retardo no processo de envelhecimento.

São tratamentos que além destes medicamentos utilizam a atividade física regular, dietas extremamente saudáveis e forte abordagem psicológica que constituem a nosso ver as reais causas dos fatores positivos que possam ocorrer.

A utilização de HORMÔNIOS apresenta perspectivas promissoras quando aos seus resultados principalmente no que diz respeito ao controle da osteoporose e da perda de massa muscular alem de trazer benefícios ao estado psíquico.

Os principais hormônios em estudo são os produzidos pelas adrenais (DHEA), pela pineal (Melatonina) e pela hipófise ( Hormônio de Crescimento ) sabendo-se que provocam efeitos colaterais indesejáveis o que impede seu uso comercial.

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: