Publicidade

Artigos de saúde

Os Pulmões e a Respiração

Dr. João Roberto D. Azevedo

Nosso organismo retira oxigênio do ar ambiente e elimina gás carbônico (CO2) para manter as suas funções vitais sendo por isso denominado organismo aeróbio.

O oxigênio é fundamental fonte de energia do organismo e o gás carbônico é o principal resíduo de nosso metabolismo. Este processo de obtenção de oxigênio e eliminação de gás carbônico é denominado respiração e é realizado pelos pulmões.

Na terceira idade há perda da elasticidade pulmonar o que leva a uma diminuição da capacidade respiratória: maior dificuldade na expiração ou na eliminação do gás carbônico. Aos 80 anos a capacidade respiratória cai para a metade daquela do adulto jovem.

A diminuição da função pulmonar não é uma doença, mas favorece a instalação e o agravamento de doenças, destacando-se as pneumonias. A função pulmonar pode ser avaliada através da espirometria.

Dentre as doenças pulmonares que atingem a terceira idade destacam-se o enfisema, a bronquite crônica, a pneumonia e o câncer.

O câncer de pulmão, ou carcinoma de pulmão recebe destaque especial por ser a principal causa de morte por câncer nos USA, tanto entre homens como mulheres.

Sua incidência aumenta a partir dos 45 anos sendo que ocorre mais tardiamente entre os homens (70 anos) do que nas mulheres (55 anos). Está relacionado ao tabagismo e tem prognóstico reservado.

Entre as principais complicações de doenças pulmonares estão o pneumotórax, o derrame pleural e a insuficiência respiratória. A embolia pulmonar é uma doença da circulação pulmonar estando relacionada às moléstias vasculares.

Algumas doenças não pulmonares podem se manifestar através de sintomas pulmonares, como o edema agudo de pulmão que ocorre na insuficiência cardíaca aguda.

Fatores ambientais devem receber muita atenção como contribuintes no desencadeamento de doenças pulmonares, com destaque especial ao tabagismo e a poluição do ar.

A doença pulmonar caracteriza-se pelas dores no peito, tosse e falta de ar.

A tosse é um sintoma de doença pulmonar. É a reação de defesa dos brônquios diante de uma agressão. A tosse produtiva (com produção de secreção ou catarro) indica processo inflamatório do pulmão, e quando de coloração amarelada ou esverdeada sugere infecção por bactéria.

A tosse seca indica um processo irritativo de qualquer natureza, como ocorre na asma, por exemplo. A tosse seca persistente ocorre com freqüência no tabagismo e também pode ser o primeiro sintoma de um câncer de pulmão.

Na insuficiência cardíaca ocorre um tipo de tosse característica, que se caracteriza por ser pior à noite.

A hemoptise é a secreção pulmonar sanguinolenta que em geral indica moléstia pulmonar: pneumonia, câncer, embolia pulmonar, ou tuberculose, por exemplo.

A tosse persistente ou uma mudança súbita de suas características como, por exemplo, tornar-se subitamente produtiva, indica sempre uma patologia.

A exploração do pulmão sempre começa com o exame clínico apurado do tórax seguido da radiografia simples do tórax. A broncoscopia, a tomografia computadorizada, e a ressonância nuclear magnética são os principais métodos diagnósticos.

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: