Publicidade

Artigos de saúde

Erradicação Global da Poliomielite: Meta 2000

Em maio de 1998, em sua reunião anual em Genebra, a Assembléia Mundial de Saúde, que dirige a Organização Mundial de Saúde (OMS), resolveu erradicar a poliomielite (paralisia infantil) do mundo até o final do ano 2000.

A erradicação global da pólio envolve tanto fazer desaparecer os casos da doença como também erradicar mundialmente o vírus que a causa - o poliovírus.

A pólio é uma das poucas doenças (outras incluem o sarampo, por exemplo ) que podem ser erradicadas. A poliomielite e pode ser erradicada porque:

- a pólio afeta somente os seres humanos, e não existe um reservatório no meio animal;
- existe uma vacina eficaz e barata, a OPV (vacina oral);
- a imunidade é para o resto da vida;
- não existem portadores a longo prazo;
- o vírus pode sobreviver apenas por curto espaço de tempo no ambiente

A estratégia de erradicação da poliomielite se baseia na premissa de que o poliovírus irá morrer se for privado de seu hospedeiro humana através da imunização. Esta estratégia é semelhante à utilizada para erradicar a varíola em 1977; a varíola é a única doença que se conseguiu erradicar até hoje.

Outras doenças podem ser controladas através da imunização, porém nunca erradicadas. Por exemplo, no caso do tétano, a bactéria que causa a doença (Clostridium tetani) é encontrada abundantemente no meio ambiente e pode sobreviver independentemente do hospedeiro humano.

A estratégia desenvolvida pela Organização Mundial de Saúde para erradicar a pólio se baseia em quatro pontos:

- imunização rotineira com OPV
- doses adicionais suplementares da vacina oral contra a pólio em dias nacionais de vacinação
- imunização porta à porta
- pesquisa detalhada de todos os casos de paralisia flácida aguda observados

Fonte: Organização Mundial de Saúde

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: