Publicidade

Artigos de saúde

Organização Mundial de Saúde Intensifica Combate à Febre Reumática

A febre reumática e sua complicação cardíaca , a doença reumática do coração , causam 400.000 mortes ao ano em todo o mundo , principalmente entre crianças e adultos jovens. Pelo menos 12 milhões de pessoas estão afetadas por esta doença no momento, com 2 milhões de pacientes precisando de internação hospitalar e um milhão necessitando de cirurgia cardíaca, nos próximos cinco a vinte anos.

"Não se ouve falar muito acerca desta doença fora da área cardiológica" diz o doutor Porfírio Nordet do Departamento de Prevenção de Doenças não Comunicáveis da OMS.

"A doença afeta quase que exclusivamente crianças de famílias pobres em países em desenvolvimento, que mal podem pagar por uma única dose de penicilina por mês". Se não ocorrerem complicações , as injeções mensais de penicilina devem ser administradas por cinco anos; casos mais sérios irão necessitar de tratamento com este antibiótico por toda a vida, e até mesmo de cirurgia cardíaca.

Ásia, África, América Latina e as regiões do leste Mediterrâneo são as que mais sofrem com a febre reumática, com até 1% de todas as crianças em idade escolar mostrando sinais da doença. A OMS tem evidências de que a doença pode ser prevenida com umas poucas medidas de baixo custo. Uma lista de recomendações foi preparada no mês de dezembro de 1999 pelo Professor Edward Kaplan da Universidade de Minnesota, Estados Unidos, na sede da OMS, em Genebra, Suiça.

"As crianças, e especialmente as crianças pobres, não tem dinheiro nem votos. Não existe uma vacina, e não haverá nenhuma vacina nos próximos dez anos," explica o Dr. Kaplan.

"Mas a febre reumática é a doença cardiovascular mais facilmente prevenida, e um pequeno investimento feito por serviços nacionais de saúde seria capaz de manter a doença bem controlada.

Por exemplo um investimento de US$50.000 por ano durante cinco anos pode cobrir o programa de prevenção em uma área com 300.000 crianças em idade escolar e prevenir mais de 500 casos de doença cardíaca reumática com suas graves e bastante dispendiosas conseqüências."

A doença reumática surge como conseqüência de uma infecção bacteriana respiratória causada por um estreptococo não tratada. Além disso, algumas crianças são mais suscetíveis do que as outras.

A doença afeta principalmente as válvulas e o músculo cardíaco, podendo se cronificar naqueles que sobrevivem. Fatores sociais e ambientais têm um papel crucial no desenvolvimento da doença.

Uma combinação de superpopulação, más condições de higiene, especialmente em países da região tropical e subtropical, durante a estação das chuvas, associada à pobreza e a um serviço de saúde de má qualidade, é uma condição ideal para que a infecção se espalhe. O grupo etário mais suscetível se encontra entre as crianças de idade escolar de 5 aos 19 anos.

A OMS enfatiza a importância da prevenção primária e secundária, que é a detecção precoce e o tratamento correto da infecção dia garganta causada pelo estreptococo; isto iria bloquear o ataque inicial da febre reumática. O tratamento para a infecção, com penicilina, fica em apenas 3 dólares por mês, mas este valor, entre populações mais pobres, pode ser ainda acima da posse das pessoas - caberia, então, aos governos, assumirem este papel no tratamento.

O programa de tratamento da febre reumática patrocinado pela Organização Mundial de Saúde atualmente se encontra em funcionamento em 22 países do mundo, em colaboração direta com os governos destas nações.

Fonte: Organização Mundial de Saúde dezembro de 1999.

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: