Publicidade

Artigos de saúde

Lança-perfume

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo

- O que é
- O lança-perfume e o carnaval
- Substâncias inalantes e solventes
- Intoxicação, efeitos e tratamento

O que é

O lança-perfume é uma combinação de éter, clorofórmio, cloreto de etila e uma essência perfumada. É industrializado, sendo embalado sob pressão dentro de tubos, onde tem a forma de um líquido. Em contato com o ar ambiente, é rapidamente evaporado.

O lança-perfume é considerado uma droga manufaturada com solventes químicos, sendo capaz de acelerar a frequência cardíaca até 180 batimentos por minuto, mais que o dobro da frequência normal, que varia entre 70 e 80 batimentos. Com isso, pode provocar parada cardíaca e, por vezes, levar à morte. O produto causa, ainda, a destruição dos neurônios, que não se recompõem.

O lança-perfume e o carnaval

O lança-perfume foi muito comum no carnaval brasileiro, sendo embalado em frascos de metal dourados. Durante a festa, as pessoas costumavam esguichar o produto em outros foliões, o que causava uma sensação “fria”, agradável e perfumada.

Essa prática era considerada uma brincadeira. Contudo, ela marcou o início do uso do lança-perfume como droga inalante: as pessoas molhavam lenços com o líquido e o aspiravam, obtendo uma sensação de euforia e entorpecimento.

Após vários casos de morte por parada cardíaca, o lança perfume acabou por ser proibido no Brasil, na década de 1960. Entretanto, é ainda uma droga encontrada com certa facilidade no período de Carnaval.

Substâncias inalantes e solventes

Uma substância inalante é toda aquela que pode ser introduzida no organismo através da aspiração pelo nariz ou pela boca. Já um solvente é uma substância capaz de dissolver outros materiais, sendo que a maioria deles pode ser inalada.

Os solventes agem no sistema nervoso central e no cérebro. Entretanto, eles são capazes de tornar o coração mais sensível à adrenalina, que é uma substância que o nosso corpo fabrica, causando como uma aceleração dos batimentos cardíacos, condição conhecida como taquicardia.

Os solventes mais consumidos no Brasil são: o lança-perfume, a acetona, a gasolina, o esmalte e a cola de sapateiro.

Intoxicação, efeitos e tratamento

O lança-perfume tem efeito rápido no organismo, tendo o início em poucos minutos. Da mesma forma, os efeitos desaparecem rapidamente, de 15 a 40 minutos. Justamente pelo efeito rápido do produto é que o usuário acaba por repetir seu uso várias vezes em um curto período de tempo.

A maioria dos usuários relata um quadro de desinibição, falsas percepções ou ilusões, pensamento confuso, sonolência e, ocasionalmente, amnésia. Pode haver, ainda, irritação dos olhos, sensibilidade à luz, diplopia (visão dupla), zumbidos, náuseas, nistagmo (movimentos involuntários dos olhos), retardo psicomotor, tremor, convulsões, estupor e, em casos mais graves, coma.

O quadro, usualmente, é de curta duração. Algumas vezes o paciente pode tornar-se ansioso e violento, necessitando uma abordagem medicamentosa com um benzodiazepínico ou antipsicórtico.

Eventualmente, pode haver depressão respiratória e arritmias cardíacas, com risco de morte súbita. O tratamento consiste na observação do paciente e medidas de controle das arritmias e complicações respiratórias. Quando o paciente entra em coma, deve ser tratado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Copyright © 2013 Bibliomed, Inc.                                    7 de fevereiro de 2013.

Veja também



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: