Publicidade

Artigos de saúde

Gostaria de Saber Mais Sobre o Citomegalovírus

O citomegalovírus (CMV) é um vírus DNA ubíquo, pertencente à família dos herpesvírus humanos, que inclui o vírus herpes simples, o vírus de Epstein-Barr e o vírus varicela-zóster.

A maior parte das pessoas é infectada com o CMV durante algum período de sua vida. Os estudos de soroprevalência indicam que 40 a 60% dos doadores de sangue saudáveis em nações industrializadas apresentam evidência da infecção por CMV, e as taxas nos países em desenvolvimento são ainda mais altas.

Foram detectados anticorpos para o CMV em mais de 90% dos homens homossexuais e em 60% das mulheres atendidas em clínicas para doenças sexualmente transmissíveis nos Estados Unidos.

A alta prevalência da infecção pelo CMV é atribuída, em parte, à sua fácil transmissão. O citomegalovírus pode ser cultivado a partir da saliva, do sêmen, de secreções vaginais, do sangue ou de tecidos infectados.

Os modos comuns de transmissão incluem relação sexual, o material contaminado para a injeção de drogas, transfusão sangüínea e transmissão perinatal (vertical).

A transmissão vertical pode ocorrer no parto, pelo contato com secreções infectadas, ou no pós-parto, via leite materno contaminado. Os órgãos infectados utilizados para transplante também são uma fonte potencial de infecção pelo CMV.

O citomegalovírus só fica atrás do Pneumocystis carinii como causa de infecção pulmonar na AIDS e é encontrado ao exame post-mortem em 50 a 90% dos casos, mas seu significado clínica é incerto.

O citomegalovírus foi isolado de até 50% das amostras de lavado broncoalveolar em pacientes infectados pelo HIV, freqüentemente associado a outros patógenos, mas sua presença não parece alterar o prognóstico.

Fonte: Infecção pelo HIV - Um Manual Clínico - 2ª. Ed. - 1995.

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: